Vereadores pedem vistas e contas de ex-prefeito serão julgadas na sexta, dia 10

0
1357
Atual presidente do PP, Bruno Coletto, é advogado de defesa de Nestor. Foto: Edemilson Stopassola.


Estavam marcadas para esta quarta-feira, 8 de fevereiro, três sessões extraordinárias da Câmara de Gramado, nas quais seriam colocadas em pauta para debate e votação as contas do ex-prefeito do município, Nestor Tissot (PP). Seriam votadas as contas referentes aos exercícios fiscais de 2009, 2010 e 2011.

Porém, Everton Michaelsen (PMDB) e Professor Daniel (PT) pediram mais prazo para analisar as demandas. Eles alegaram que não era atribuição legislativa julgar contas de ex-prefeitos, mas sim do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Após os pedidos de vistas, as matérias foram retiradas de pauta e as sessões extraordinárias foram remarcadas para a próxima sexta-feira, 10 de novembro, a partir das 14h30.

O ex-chefe do Executivo gramadense, Nestor Tissot estava presente no Plenário Julio Floriano Petersen quando Michaelsen e Daniel solicitaram vistas as contas do ex-gestor municipal.