Vereadores fiscalizam obras na Borges de Medeiros

0
983
Vereadores fiscalizam a revitalização da Avenida Borges de Medeiros. Foto: Câmara de Vereadores.


As obras da quinta etapa de revitalização da Avenida Borges de Medeiros, no trecho compreendido entre a Rótula das Bandeiras e a Rua João Alfredo Schneider, especificamente na lateral do Lago Joaquina Rita Bier iniciaram em março e seu andamento foi fiscalizado pelos Vereadores na tarde desta quarta-feira (13).

As obram estavam previstas para iniciarem em janeiro, mas em virtude da atualização de documentos com a Caixa Federal, só foi possível começar em 8 de março. A previsão de conclusão da obra civil e a liberação do trânsito é final de outubro, antes do Natal Luz. O que ficará ainda inacabado será a parte estética.

A revitalização segue o mesmo conceito do trecho da Avenida Borges de Medeiros na área central. A obra compreenderá mudança em toda a estrutura da rede elétrica e de telefonia, que passará a ser subterrânea, bem como a repaginação do passeio público, a colocação de postes ornamentais para a iluminação pública, a construção e o ajardinamento do canteiro central, melhorias na rede de esgoto pluvial, a colocação de nova pavimentação asfáltica em todo o trecho e o estacionamento que passará a ser obliquo.

Rua João Alfredo Schneider

Os Vereadores aproveitaram para ver a obra que acontece concomitantemente na rua João Alfredo Schneider, com a ampliação da rede de água que beneficiara os bairros Jardim, Planalto e Piratini. A previsão de conclusão desta obra é de 30 dias.

Movimentação

O trânsito na via sofreu modificações nesse período. Amanhã, sexta-feira, a secretária de Governança, Simone Bender terá reunião para traçar um novo cronograma. Posteriormente o mesmo será divulgado.

Participaram da fiscalização os vereadores Everton Michaelsen, Luia Barbacovi, Manu Caliari, Professor Daniel, Renan Sartori, Rosi Ecker Schmitt e Volnei da Saúde, a secretária de Governança, Simone Bender, o secretário de Obras, Flávio Souza, o secretário de Trânsito e Mobilidade, Luiz Quevedo, o engenheiro da Prefeitura que fiscaliza a obra, Henrique Brighentti e o engenheiro da CSA, empresa Contratada, Ribas.