Vacinação contra a Influenza começa segunda-feira (23) em Canela

0
722


Começa na próxima segunda-feira (23) a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza (H1N1), que seguirá até 22 de maio em Canela (RS). As doses serão aplicadas em todas as unidades básicas de saúde, das 8h às 17h. Nas comunidades rurais, será às segundas à tarde, durante o programa Médico no Interior.

O público prioritário para vacinação são: pessoas com 60 anos ou mais; gestantes; crianças de 6 meses a menores de 6 anos (5 anos 11 meses e 29 dias); puérperas até 45 dias após o parto; pessoas portadoras de doenças crônicas; pessoas privadas de liberdade; funcionários do quadro prisional, profissionais da área da saúde, povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 sob medidas socioeducativas, além de professores da rede pública e privada.

A campanha será dividida em três etapas. Fase 1 (idosos e trabalhadores da saúde), fase 2 (professores e profissionais das forças de segurança e salvamento) e fase 3 (crianças de 6 meses a menores 6 anos, portadores de doenças crônicas, gestantes, puérperas, povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, funcionários sistema prisional e adultos de 55 a 59 anos).

A vacina da gripe é composta por três cepas da influenza: A(H1N1), A (H3N2) e B. Essas cepas são escolhidas baseadas em estudos realizados acerca dos vírus circulantes no ambiente em que vivemos. A vacina é trivalente.

O chamamento aos grupos prioritários se deve ao fato de que neste grupo a eficácia da vacinação apresentou resultados satisfatórios. Consequentemente, levou à redução de complicações e internações causadas por problemas respiratórios, bem como também diminuição de óbitos, segundo a enfermeira Magali Dell Valle Cavinato, da Vigilância Epidemiológica Municipal. A meta de vacinação é de 90 % de cada grupo.

A aplicação da vacina deve ser feita o mais breve possível, pois leva de 15 a 20 dias para alcançar a sua eficácia. A Secretaria de Saúde adverte que a vacina não pode ser aplicada em caso de febre, quadro gripal ou alergia a algum componente da vacina.

“Nós estamos nos aproximando do outono. É importante, mesmo em meio da pandemia do coronavírus, que as pessoas também se cuidem contra a Influenza”, recomenda o secretário municipal de Saúde Vilmar Santos.

MEDIDAS PREVENTIVAS CONTRA H1N1 e GRIPE

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete antes das refeições, antes de tocar os olhos, boca e nariz, após tossir, espirrar ou usar o banheiro.

– Manter o ambiente ventilado.

– Não compartilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal.

– Evitar tocar olhos, nariz ou boca.

– Proteger com lenço (preferencialmente descartáveis) a boca e nariz ao tossir ou espirrar para evitar disseminação de aerossóis.

– Evitar aglomerações.

– Orientar os pais que, quando o estudante apresentar febre ou tosse, deve permanecer em casa e procurar atendimento médico.