UCS Hortênsias inaugura nova Central de Atendimento

0
387
Foto: Walquiria Proença .


A sala é o cartão de visitas de toda casa e precisa estar sempre bem arrumada para receber as pessoas, segundo o dito popular. É onde todos chegam para se sentir confortáveis e devidamente acolhidos. 

Por isso, na tarde de terça-feira (25) à tarde, uma solenidade marcou a inauguração da nova Central de Atendimento do Campus Universitário da Região das Hortênsias, em Canela. O local é mais amplo e moderno, dispõe de novo mobiliário e também recebeu novos equipamentos.  

O projeto da nova Central de Atendimento havia sido idealizado há alguns anos. Com as restrições desta época, a Universidade resolveu concretizar a obra, a exemplo das demais melhorias em infraestrutura promovidas no campus. A ideia é, quando o contexto permitir, recepcionar a comunidade acadêmica e a população em um ambiente revitalizado, assim como proporcionar mais conforto aos colaboradores. 

Para a ocasião, a diretora Margarete Lucca acolheu uma comitiva vinda da UCS Sede. Entre os presentes, o presidente da Fundação Universidade de Caxias do Sul (FUCS), José Quadros dos Santos; o reitor Evaldo Kuiava; o chefe de gabinete e diretor-executivo da Fundação, Gelson Leonardo Rech; o diretor administrativo e financeiro da FUCS, João Pereira Lima Filho, e a pró-reitora acadêmica Flávia Fernanda Costa. A professora Kátia Viana de Souza e a estudante Anita Sales Manganhin, ambas do curso de Gastronomia, representaram a comunidade acadêmica. 

Mesmo em meio ao contexto, a UCS investe em melhorias para fortalecer o vínculo nas comunidades onde está presente. De acordo com a diretora do campus em Canela, Margarete Lucca, a Central de Atendimento é muito frequentada e representa todo o acolhimento da Universidade oferecido aos acadêmicos, funcionários e professores, assim como à população da região que vem em busca de inúmeras informações e atendimento.  

“Ela transmite um ar de modernidade, de inovação, de aconchego e de acolhimento, que são alguns conceitos focados pela Universidade nos últimos anos”, avalia.