Tarifa dos pedágios poderá aumentarde R$ 5,90 para até R$ 10,70

0
1403


Transitar por estradas estaduais pedagiadas poderá ficar mais caro. A Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) estuda a possibilidade de aumentar o valor das tarifas em 14 das 15 praças que administra. Isso inclui os polos de Três Coroas-Gramado, Nova Petrópolis-Gramado e São Francisco de Paula-Canela. 


A direção executiva deverá apresentar ao Conselho Administrativo da empresa pública o resultado de análises visando o reajuste dos preços dos pedágios que estão sob reponsabilidade da EGR. O colegiado formado por sete dirigentes tem caráter deliberativo.


A justificativa é de que os preços não sofrem aumento há dez anos e os pedágios são uma fonte de receita que possibilitaria mais obras e melhorias nas estradas pedagiadas. Porém, a entrega destes levantamentos não tem data definida para ocorrer. O Palácio Piratini está ciente do assunto por meio das secretarias de Administração e de Transportes.


Defasagem varia de 81% a 88,7%

A possibilidade de readequação da cobrança dos pedágios da EGR está amparada na defasagem do valor das tarifas em comparação ao Índice de Preço ao Consumidor Amplo (IPCA) que é o índice que mede a inflação. Conforme a Assessoria de Imprensa da EGR, um levantamento preliminar indicou que a defasagem no valor dos pedágios gaúchos varia de 81% a 88,7%, mas isso não significa que este será o índice de correção que poderá ser aplicado.


Investimentos e manutenção das estradas

A EGR alega que a falta de atualização dos preços dos pedágios impede maiores investimentos nas estradas do Rio Grande do Sul. Uma empresa privada especialista em pedágios de rodovias auxiliou nos estudos de possível readequação das tarifas no RS. As análises foram feitas durante um ano.


No início, EGR baixou o preço do pedágio

Quando a empresa pública assumiu em 2014, os polos de Três Coroas-Gramado, Nova Petrópolis-Gramado e São Francisco de Paula- Canela, a tarifa foi reduzida de R$ 7,90 para os atuais R$ 5,90. Se for aplicado o índice de reajuste de 81%, o preço dos três pedágios poderá custar até R$ 10,70 para veículos leves.