Serviço Geológico do Brasil lança Projeto Ametista em Gramado

0
606


O Geo Museu de Gramado-RS sedia, na próxima segunda-feira, dia 30 de agosto, às 10 horas, o lançamento do projeto Áreas de Relevante Interesse Mineral (ARIM) – Modelo Prospectivo para Ametista e Ágata na Fronteira Sudoeste do Rio Grande do Sul, o projeto tem a autoria dos geólogos Magda Bergmann, Paloma Gabriela Rocha, Andrea Sander e Giovani Parisi.

O evento na Serra Gaúcha faz parte das comemorações dos 52 anos do Serviço Geológico do Brasil-CPRM (completados no último dia 15).

O projeto que será apresentado em Gramado busca fomentar o aproveitamento econômico dos depósitos de gemas que ocorrem em áreas contíguas aos jazimentos de classe mundial do distrito gemológico Los Catalanes, do Uruguai. Atualmente, a região gaúcha produz apenas ágatas. O trabalho do SGB-CPRM indica a grande potencialidade para ametista, consolidando a liderança do Brasil no mercado mundial desta gema.

O GEO Museu foi escolhido pela entidade para sediar o evento pois possui uma considerável coleção de geodos de ametista e ágata provenientes da região estudada, tanto brasileiros quanto uruguaios. O Geo Museu é um dos maiores museus de minerais do sul do Brasil e parceiro do Programa SGBeduca, do SGB-CPRM desde 2020. Atualmente, abriga duas exposições itinerantes do Programa SGBeduca, do Serviço Geológico do Brasil – CPRM: a mostra “Geologia das Coisas – Os Minerais do Cotidiano” e a “Sandbox”.

A JAZIDA GAÚCHA DE AMETISTA

Recentemente o Serviço Geológico do Brasil, a partir de pesquisa de campo e da aplicação de métodos geofísicos, divulgou pesquisa que sugere que as ametistas dos jazimentos de classe mundial do distrito gemológico Los Catalanes, Uruguai, avançam nas áreas de municípios da fronteira Oeste gaúcha.

Dados parciais, que registram apenas as lavras visitadas pelo Serviço Geológico do Brasil, apontam a produção de 1.689 toneladas de ametista ao ano no lado uruguaio. A pesquisadora responsável é uma geóloga gaúcha, Magda Bergmann, que lembra que a geologia não respeita fronteiras, ou seja, é mesma litologia, basaltos, no lado uruguaio e brasileiro. O RS já é o maior produtor mundial de ágatas e ametistas.

Aqui o estudo completo Áreas de Relevante Interesse Mineral (ARIM): modelo prospectivo para ametista e ágata na fronteira sudoeste do Rio Grande do Sul: http://rigeo.cprm.gov.br/jspui/handle/doc/18795

A extração de ametista acontece em oito municípios do Rio Grande do Sul, mas principalmente em Ametista do Sul. São mais de 200 garimpos na região. O total da produção que é exportada chega a 95%, a maioria para China, Estados Unidos e países da Europa.

O setor movimenta cerca de R$ 500 milhões por ano para a economia gaúcha. No ano passado, houve uma queda de 10%, mas o dólar valorizado ajudou na recuperação. Em Soledade, a indústria representa 50% da economia; o número é ainda maior na cidade de Ametista do Sul, onde o setor corresponde a 70% da atividade econômica.

A pesquisa apresenta um modelo que indica a possibilidade da existência de jazidas de ametistas sob as camadas de ágatas. O projeto que será lançado em Gramado busca fomentar o aproveitamento econômico destes depósitos de gemas.

O estudo, as pesquisas e o novo projeto do CPRM indicam a grande potencialidade para o aproveitamento da ametista em solo gaúcho, consolidando a liderança do Brasil no mercado mundial desta gema e estimulando arranjos produtivos locais, com a geração de novos empregos e renda.

SOBRE O EVENTO – Cerca de 20 convidados, incluindo especialistas no tema e autoridades locais, estaduais e nacionais estarão presentes para iniciar os debates.  O evento seguirá todos os protocolos de distanciamento exigidos em função da pandemia de Covid-19.

Na ocasião, o diretor-presidente do SGB-CPRM, Dr. Esteves Colnago e o diretor de Geologia e Recursos Minerais do SGB-CPRM, Dr. Márcio Remédio apresentarão os detalhes sobre o projeto.

Após o lançamento do projeto, será realizada uma visita virtual ao Geo Museu, onde parte do acervo de minerais e rochas do GEO Museu será mostrado ao público, com comentários de um geólogo, destacando a importância dos diversos bens minerais na vida cotidiana.

PROGRAMAÇÃO
10h – Pronunciamento do diretor-presidente do SGB-CPRM, Dr. Esteves Colnago
10h05 – Apresentação do Projeto Áreas de relevante interesse mineral (ARIM): modelo prospectivo para ametista e ágata na fronteira sudoeste do Rio Grande do Sul, pelo diretor Márcio Remédio
10h25 – Espaço para tirar dúvidas sobre o projeto
10h35 – Tour no Museu
11h05 – Encerramento

SERVIÇO
Apresentação do projeto Áreas de Relevante Interesse Mineral (ARIM): Modelo Prospectivo para Ametista e Ágata na Fronteira Sudoeste do Rio Grande do Sul
Segunda-feira, dia 30 de agosto
10 horas
GEO Museu
Gramado-RS