Selo especial dos Correios homenageia Queijo Serrano

0
373
Foto: Fernando Kluwe Dias


O Queijo Artesanal produzido nos Campos de Cima da Serra do Rio Grande do Sul e Santa Catarina é um dos oito homenageados por um selo postal lançado na última quinta-feira (12) pelos Correios.

Depois  de ser o primeiro queijo brasileiro a obter indicação Geográfica de Denominação de Origem, no ano  passado, graças a um trabalho conjunto da Emater/RS-Ascar, Epagri/SC e associações de produtores – e  o primeiro queijo gaúcho a receber o SeloArte, agora o queijo Artesanal Serrano estampará um dos selos  de uma edição especial de Queijos do Brasil.

A imagem que ilustra o selo é do fotógrafo gaúcho da Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), Fernando Kluwe Dias. Suas fotos, inclusive, ilustram o livro “Queijo Artesanal Serrano ― Identidade Cultural nos Campos de Cima da Serra”, que foi tema de uma exposição no Espaço Cultural Correios Porto Alegre há três anos. O projeto ainda registrou o trabalho da veterinária e professora da Ufrgs, Saionara Araujo Wagner, e dos extensionistas da Emater/RS-Ascar, o veterinário João Carlos Santos da Luz e o zootecnista Jaime Eduardo Ries. Junto a suas equipes, eles ajudam a capacitar os pecuaristas para qualificar essa produção.

Toda a sabedoria e a tradição da mão de obra familiar 100% artesanal, que utiliza apenas leite cru de vacas de corte, coalho e sal para a fabricação do queijo, foi passada de geração em geração ao longo de mais de 200 anos. Hoje, o Queijo Serrano é utilizado até na alta gastronomia.

Com tiragem de 320 mil exemplares e valor unitário de R$ 1,05, a folha com 16 selos está disponível para venda na loja virtual e nas principais agências dos Correios. Além de serem utilizados para comprovar o franqueamento de objetos postais ou o pagamento de prestação de serviços postais, os selos também são objetos de colecionadores por seu caráter cultural e artístico.