Secretaria da Educação de Canela elabora questionário sobre o retorno às aulas

0
458
Pesquisa auxiliará a equipe da secretaria a trazer metas de trabalho que poderão ser implantadas ao longo desse processo de atividades a distância.Foto: Rita Souza.


A Secretaria de Educação, Esporte e Lazer elaborou um questionário online para conhecer a opinião, anseios e angústias das comunidades escolares, sobre o retorno das aulas na rede pública municipal.

O questionário está disponível no link https://bit.ly/2Ukj1jy e também foi entregue hoje (8) junto com as atividades impressas e entregue as responsáveis que procuraram as instituições para retiram as atividades dos alunos. Para os que optaram pelo questionário impresso, estes deverão ser devolvidos até 15 de junho.

A secretária responsável pela pasta, Ana Paula Zini Bazzan destaca que caso seja autorizado pelo governo estadual o retorno das atividades, isso acontecerá com todos os devidos cuidados de distanciamento e higiene. E o resultado desta pesquisa auxiliará a equipe da secretaria a trazer metas de trabalho que poderão ser implantadas ao longo desse processo de atividades a distância.

ATIVIDADES REMOTAS

Seguindo as determinações estaduais, neste mês de junho as atividades escolares seguem sendo realizadas apenas por meio do ensino remoto, onde professores disponibilizam conteúdos de forma online. A Secretaria de Educação de Canela também possibilita que pais ou responsáveis busquem as tarefas diretamente nas escolas municipais, caso essa seja uma preferência ou o aluno tenha dificuldade de acesso à internet.

A partir de julho o governo estadual deve apresentar um novo decreto que determinará os novos passos a serem tomados. “É importante reforçar que estamos trabalhando para atuar em todos os cenários, se pudermos voltar, se tivermos de voltar só uma parte… E, se não pudermos voltar, também estaremos prontos para essa realidade”, afirmou Ana Paula.

O prefeito Constantino Orsolin, mesmo em isolamento domiciliar por ser do grupo de risco e atendendo a determinação médica, acompanha o trabalho da Secretaria de Educação e salienta que “a questão de quando se voltará será definida sempre após as determinações do governador com as autoridades de saúde”.