Saiba quais serviços podem funcionar em Gramado de acordo com o decreto publicado na segunda-feira, 6 de abril

0
4178
Foto: internet.


Com a proposta de prevenir a população contra o novo coronavírus, a Prefeitura de Gramado têm publicado decretos municipais desde o dia 18 de março. Estes documentos visam regrar os serviços comunitários, empresariais e a conduta da população diante da pandemia.

Nas últimas três semanas, portanto, foram definidos os novos moldes de trabalho em Gramado. O último decreto municipal (82/2020) foi publicado na segunda-feira, dia 6. Confira, abaixo, a atualização que detalha as atividades permitidas e suspensas no território municipal.

Recomendações
A sugestão é que a comunidade integre a quarentena social voluntária – uma vez que permanece o estado de calamidade pública disposto pela Prefeitura de Gramado.
Entretanto, nos locais de livre circulação que estão permitidos a reabrir, a recomendação é de que haja a higienização das superfícies de toque com álcool gel 70% (mesas, equipamentos, teclados) e a área física das estruturas com água sanitária (pisos, paredes, banheiros).
Os empreendimentos também devem disponibilizar álcool gel para funcionários e clientes e manter, obrigatoriamente, uma janela aberta para circulação de ar.

Atual panorama do município
Lojas especializadas em chocolate: podem funcionar de forma controlada. É vedada a formação de filas no interior e fora do estabelecimento.

Eventos e reuniões com mais de 30 pessoas: estão proibidos, seja de caráter público ou privado.

Missas e cultos: 
permitidos, desde que o número máximo de participantes não passe de 30. O distanciamento pessoal entre cada pessoa deve ser de dois metros.

Salões de beleza e barbearias:
 podem atender, desde que seja adotado um sistema de escalas e de revezamentos de turnos. As mesas ou estações de trabalho devem ser distanciadas umas das outras. Atendimento é limitado a uma pessoa por vez.

Praças e parques públicos:
 estão interditados.

Grupos de educação em saúde e academia da saúde:
 estão suspensos.

Museus, Arquivo Público e Biblioteca Municipal: 
permanecem fechados.

Cinema, teatro, shows, palestras e cerimônias:
 estão suspensos.

Jogos, competições e eventos esportivos: 
estão suspensos.

Academias de ginástica, piscinas e saunas:
 permanecem fechadas.

Feiras e exposições: 
estão suspensas.

Consultórios e clínicas odontológicas: 
podem funcionar.

Bares e restaurantes:
 permanecem fechados. Podem atuar somente no sistema “pegue e leve” e em tele-entrega.

Hotéis, motéis, pousadas e estabelecimentos de hospedagem transitória:
 as atividades estão suspensas.

Atividades industriais e da construção civil: 
estão permitidas.

Lojas de comércio regular:
 podem funcionar no sistema “pegue e leve” ou em tele-entrega.

Estabelecimentos comerciais que forneçam insumos à construção civil e indústria:
 podem abrir, desde que não haja aglomeração de pessoas.

Serviços básicos de assistência à saúde, à segurança e coleta e tratamento de esgoto e lixo: 
estão em funcionamento.

Serviços de pagamento em agências lotéricas: 
podem funcionar.

Acesso de veículos de turismo à cidade:
 permanece proibida.

Estacionamento rotativo:
 permanece suspenso.

Aulas da rede pública infantil e fundamental: 
permanecem suspensas até maio.

Transporte escolar e universitário: 
permanecem suspensos.

Supermercados, farmácias, postos de combustíveis, serviços de água e gás, agropecuárias e petshops: 
podem funcionar, desde que não permitam aglomeração de pessoas.

Serviços funerários: 
podem funcionar. Velórios não podem ter duração maior de seis horas e lotação máxima do espaço é de 50%.