Rodeio de Canela distribuiu R$ 50 mil em prêmios aos competidores

0
3639
Gineteadas foi uma das principais atrações da programação do evento. (Foto: Divulgação)


Conforme a organização do 34° Rodeio Nacional de Canela realizado de quarta–feira,10 de janeiro a domingo, dia 14, contou com um bom número de participantes nas provas campeiras e artísticas.

Peões e prendas de toda a Região Sul e também de Mato Grosso, participaram das provas campeiras, sendo que o número de inscrições chegou a 1.397 nas diversas modalidades campeiras, e só no Laço Duplas foram 253 inscrições. Nas provas de tiro de laço, o número de armadas chegou a quase 10 mil.

Gineteadas

As provas artísticas também tiveram uma excelente participação, com mais de 50 entidades tradicionalistas do Estado participando nas 20 modalidades propostas. As gineteadas, tradicionalmente, contam com o maior público, que assiste cada montaria com muita atenção. Foram convidados 61 ginetes que participaram das eliminatórias que ocorreram no sábado.

Destes foram selecionados 15 peões que montaram os aporreados (cavalos mal domados, que não se deixam amansar) pela segunda vez, no evento. Os animais foram das tropilhas Polaco Feijó (Barra do Ribeiro), Costeira (Osório), La Tormenta (Gravataí), Bazuca (São Sebastião do Cai) e Desatino (Gramado).

No domingo a tarde, mais uma eliminatória que classificou apenas cinco ginetes que concorreram aos prêmios, na finalíssima, sendo que a premiação somou R$ 5 mil reais e vaga para participar das provas de gineteadas no Rodeio Internacional de Vacaria.

Somando todas as premiações do Rodeio de Canela, o valor é 50 mil reais, além do potro que foi o prêmio do Laço Taça Cabanha do Parque e mais uma moto para a dupla melhor classificada com animais que tenham o afixo da Cabanha.

O tiro de laço Vaca Parada, do qual participam crianças em duas modalidades: de 0 a 6 anos, e de 7 a 10 anos, tiro de laço Piá e Guri, bem como a provas artísticas para as invernadas mirins dos CTGs incentivam as crianças e adolescentes o amor pelas nossas tradições e integram famílias na torcida pelos seus pequenos.

Público de 23 mil visitou o Parque de Rodeios

A estimativa é de que mais de 23 mil pessoas passaram pelo Parque de Rodeios Saiqui, entre público em geral, participantes, e pessoas acampadas. Este número é menor que a expectativa da organização que era de 30 mil. Um dos prováveis motivos que fez com que muitas comitivas de fora da região desistissem de vir foi a previsão de chuva, sendo que realmente, choveu todos os dias do evento.

A inauguração do Galpão da Campeira, que leva o nome de Sidnei Santos, que estava prevista para a noite de quinta-feira, ocorreu no domingo ao meio dia. Sidnei, na década de 70, teve a iniciativa de criar, em Canela, uma cancha de laço e, juntamente com o patrão do Querência na época Adilio Boeira Lucena tomou as rédeas da iniciativa.

Conseguiu a doação das terras de Willibaldo Rinaldo Dietrich, que era proprietário deste local onde hoje está instalado o Parque de Rodeios. Foi preciso muitas mãos até que a cancha estivesse apta a ser usada, que tivesse uma secretaria, banheiros, enfim um mínimo de estrutura e então Sidnei, que sempre foi um homem de muitos amigos, chamou-os para que ajudassem nesta obra e assim foi.

O galpão recebeu o título Sidnei Santos, mas a homenagem é para todos aqueles que colaboraram, de uma forma ou outra. Muitos dos que colaboraram na década de 70 para a construção do Parque estavam presentes na cerimônia.

O Rodeio de Canela já tem data definida para 2019: será de 9 a 13 de janeiro.

O evento é uma realização do CTG Querência, com apoio da Prefeitura Municipal e Brigada Militar.