Projeto NutriAção levou dicas de alimentação para mais de 400 pessoas

0
636
O NutriAção despertou o interesse dos alunos em ter uma alimentação mais adequada. Foto: Divulgação.


O projeto NutriAção, aplicado pelo curso de Nutrição da UCS Hortênsias no primeiro semestre, será encerrado no próximo dia 9 de julho, com estudantes do Colégio Marista Maria Imaculada. Desde primeiros meses deste ano, ele terá atendido mais de 400 pessoas, de acordo com o relatório divulgado pela professora Heloísa Theodoro, coordenadora do curso de Nutrição do campus em Canela.

Na Escola Neusa Mari Pacheco, a atividade desenvolvida por professores e acadêmicos do curso de Nutrição demonstrou as quantidades de gorduras e açúcares de alguns alimentos industrializados, promovendo debates sobre o que se pode modificar para uma alimentação mais saudável. Essa atividade, chamada Matemática das Guloseimas, também foi aplicada na Escola Estadual Adolfo Seibt, no bairro Santa Marta, nos colégios Marista Maria Imaculada e Coopec Cidade das Hortênsias, além do Bom Pastor, em Nova Petrópolis. Com os estudantes de 7º ano da Coopec, por exemplo, a proposta pautou diferença dos alimentos, sistema digestório, pirâmide alimentar, alimentos ultraprocessados e gordura presente em alimentos consumidos diariamente por crianças.

Já na Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Santa Marta, a atividade foi voltada para amamentação, introdução alimentar e também tratou sobre a composição dos alimentos industrializados e seus malefícios para a saúde infantil. Essa também foi a temática no CRAS Canelinha.

Na própria UCS Hortênsias, o NutriAção proporcionou oficina de introdução alimentar às cozinheiras de escolas infantis de Canela e Gramado. A ideia foi esclarecer dúvidas quanto ao trabalho delas e orientá-las, visto sua importância para a alimentação de crianças.

“Eu gostei muito do programa NutriAção, me trouxe muitos benéficos, principalmente em forma de conhecimento. Aprendi muito indo nas palestras que tive que acompanhar. Com os relatórios, pude ver o quanto as pessoas, alunos, gostam de receber conhecimento no quesito alimentação”, diz a acadêmica Amanda Franck, que integrou o projeto.

AVALIAÇÃO POSITIVA

Durante as atividades de educação nutricional, o NutriAção despertou o interesse dos alunos em ter uma alimentação mais adequada. Professoras e acadêmicas também divulgaram o curso de Nutrição da UCS Hortênsias e a forma de ingresso via processo seletivo contínuo.

Em todos os locais onde foi aplicado, o projeto teve grande acolhida por parte de estudantes e professores. Além das atividades realizadas nas escolas, no CRAS e na UBS Santa Marta, o NutriAção foi protagonista na Semana do Bebê, em maio deste ano.

O projeto NutriAção, aplicado pelo curso de Nutrição da UCS Hortênsias no primeiro semestre, será encerrado no próximo dia 9 de julho, com estudantes do Colégio Marista Maria Imaculada. Desde primeiros meses deste ano, ele terá atendido mais de 400 pessoas, de acordo com o relatório divulgado pela professora Heloísa Theodoro, coordenadora do curso de Nutrição do campus em Canela.

Na Escola Neusa Mari Pacheco, a atividade desenvolvida por professores e acadêmicos do curso de Nutrição demonstrou as quantidades de gorduras e açúcares de alguns alimentos industrializados, promovendo debates sobre o que se pode modificar para uma alimentação mais saudável. Essa atividade, chamada Matemática das Guloseimas, também foi aplicada na Escola Estadual Adolfo Seibt, no bairro Santa Marta, nos colégios Marista Maria Imaculada e Coopec Cidade das Hortênsias, além do Bom Pastor, em Nova Petrópolis. Com os estudantes de 7º ano da Coopec, por exemplo, a proposta pautou diferença dos alimentos, sistema digestório, pirâmide alimentar, alimentos ultraprocessados e gordura presente em alimentos consumidos diariamente por crianças.

Já na Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Santa Marta, a atividade foi voltada para amamentação, introdução alimentar e também tratou sobre a composição dos alimentos industrializados e seus malefícios para a saúde infantil. Essa também foi a temática no CRAS Canelinha.

Na própria UCS Hortênsias, o NutriAção proporcionou oficina de introdução alimentar às cozinheiras de escolas infantis de Canela e Gramado. A ideia foi esclarecer dúvidas quanto ao trabalho delas e orientá-las, visto sua importância para a alimentação de crianças.

“Eu gostei muito do programa NutriAção, me trouxe muitos benéficos, principalmente em forma de conhecimento. Aprendi muito indo nas palestras que tive que acompanhar. Com os relatórios, pude ver o quanto as pessoas, alunos, gostam de receber conhecimento no quesito alimentação”, diz a acadêmica Amanda Franck, que integrou o projeto.

AVALIAÇÃO POSITIVA

Durante as atividades de educação nutricional, o NutriAção despertou o interesse dos alunos em ter uma alimentação mais adequada. Professoras e acadêmicas também divulgaram o curso de Nutrição da UCS Hortênsias e a forma de ingresso via processo seletivo contínuo.

Em todos os locais onde foi aplicado, o projeto teve grande acolhida por parte de estudantes e professores. Além das atividades realizadas nas escolas, no CRAS e na UBS Santa Marta, o NutriAção foi protagonista na Semana do Bebê, em maio deste ano.

Conforme a professora e coordenadora Heloisa Theodoro, os projetos do curso de Nutrição da UCS Hortênsias são desenvolvidos desde 2016 na região e envolvem palestras e dinâmicas, com objetivo de fortalecer um dos eixos da Universidade, que é a inserção comunitária. Em 2018, o projeto também chegou ao Colégio Santos Dumont, em Gramado, e à Escola José de Alencar, em São Francisco de Paula. “A avaliação do projeto é positiva. Por meio das ações, os alunos refletem sobre alimentação saudável e procuram fazer mudanças a partir dessas informações”, elogia Heloísa.