Projeto Estórias Fantásticas -Teatro em Caixas contempla mais de 700 alunos

0
1433
A escola Nossa Senhora de Fátima também foi contemplada com o projeto. Foto: Divulgação.


As apresentações do  projeto Estórias Fantásticas – Teatro em Caixas, contemplado pelo Fundo de Cultura de Gramado deste ano, iniciou a circulação pelas escolas de Gramado divulgando a arte bonequeira no dia 28 de setembro. Até a última quinta-feira, dia 11 de outubro, quando foram concluídas as apresentações das peças “A noiva do condutor”, com texto de Noel Rosa, e um trecho de “O pequeno príncipe”, mais de 700 alunos em oito escolas da rede de ensino municipal da cidade foram contemplados.

“Em todas as escolas tivemos grande aceitação, demonstração de interesse, curiosidade e encanto. Nos chamou a atenção os sorrisos das crianças e professoras ao assistirem os espetáculos, nos deixando felizes e certos de estarmos levando cultura, mas de uma forma lúdica e divertida”, destaca Cesar Cliquet, um dos bonequeiros do projeto.

Para o grupo, em cada apresentação existia uma surpresa diferente, o que foi necessário pequenas adaptações. “Nos apresentamos desde auditórios até mesmo de classe em classe, para pré-escola, ensino fundamental e adultos, com o objetivo de mostrar a técnica lambe-lambe. E por tudo isso foi muito satisfatório acompanhar cada olhar atento nas atrações”, aponta Daiene Cliquet.

Desafio para um próximo projeto

Mesmo com o objetivo concluído, para os bonequeiros do projeto ficou um sentimento de fazer mais ações como essa pelas escolas. “Percebemos que por mais abrangente que tentamos ser, tendo como ideia nos apresentar em diversas escolas e faixas etárias, existe uma grande demanda. Mesmo aumentando o número de público, ainda faltou alcançar mais alunos e professores, mas ficamos felizes, pois pediram para a gente voltar”, adianta Cesar.

De acordo com o grupo, o desejo é o de levar a arte bonequeira para mais e mais públicos. “E quem sabe despertar a paixão e encontrar futuros bonequeiros”, finaliza Daiene. Para um próximo projeto fica o desafio de criar uma oficina de bonecos para quem se interessar a aprender. “Estamos muito felizes e certos de ter cumprido nossa missão e já pensando em próximos passos. Parabéns Gramado, educação e cultura é o caminho certo”, concluiu Cesar.