Projeto da Secretaria da Cultura busca mais obras de arte instaladas nas ruas de Gramado

0
369


Inspirada em cidades como Paris e seguindo cases nacionais como Recife, Belo Horizonte, Florianópolis e Porto Alegre, Gramado pode passar a contar com uma lei que embelezará ainda mais as ruas do município. A Prefeitura de Gramado, por meio da Secretaria da Cultura, tem trabalhado no projeto Arte na Cidade, que busca estimular empreendedores da construção civil a instalarem obras de arte pictóricas ou escultóricas com visibilidade pública em novas edificações com mais de 2 mil m².

“A ideia é oferecer ao construtor uma oportunidade de tornar sua obra ainda mais atrativa e cultural, por meio de algum incentivo. Estamos elaborando um formato de atuação que trará facilidade na análise do projeto artístico e contratação do artista, para que haja celeridade do início ao fim do processo”, comenta o secretário da Cultura de Gramado, Ricardo Bertolucci Reginato.

A estrutura do projeto prevê que a Secretaria da Cultura possua um cadastro atualizado de artistas plásticos, e apenas aqueles que estiverem cadastrados poderão ser contratados. Assim, além de mapear com maior efetividade os agentes culturais, haverá maior controle dos profissionais contratados e curadoria estética.

O projeto entrou na Secretaria da Cultura por meio da artista plástica e coordenadora do Centro de Cultura Arno Michaelsen, Débora Irion, que trouxe a experiência bem-sucedida da Associação dos Escultures do Estado do Rio Grande do Sul (AEERGS), na implementação de lei semelhante em Porto Alegre. “A ideia de ter obras de arte com visibilidade pública, além de tornar a cidade uma galeria de arte a céu aberto, será mais um atrativo turístico, incentivando a cultura local e proporcionando trabalho a uma rede de profissionais do segmento das artes visuais.”, comenta Débora.

De acordo com o projeto, artistas do Brasil inteiro poderão estar cadastrados junto à Secretaria da Cultura e trabalhar na execução das obras na cidade. O proprietário da edificação terá escolha do artista e do projeto a ser implementado no seu espaço. A Secretaria da Cultura deve convocar, em breve, reuniões de debate e apresentação da ideia para sociedade civil, entidades e vereadores.