Professores participam de capacitação

0
1244
Professores são capacitados com o método das Boquinhas, que visa reduzir os índices de repetência escolar no município. Foto: Carlos Borges/Prefeitura de Gramado.


A implantação do Método das Boquinhas nas escolas da rede municipal de Gramado visa reduzir índices de reprovação escolar. Cerca de 70 professores que atuam na alfabetização fizeram parte da segunda etapa de capacitação do método, promovida pela Prefeitura de Gramado e Secretaria da Educação. A formação foi estendida a diretores, supervisores e professores de atendimento educacional especializado (AEE). O evento ocorreu na terça (7) e quarta-feira (8), no Polo UAB/Gramado.

Com o eixo central nas fases de escrita e consciência fonológica, a psicopedagoga e fonoaudióloga, Andrea Liliane Farias, abordou com os educadores formas de aprendizagem em sala de aula, aplicando o método das Boquinhas. “Essa formação continuada possibilita ao professor compreender e intervir, de forma adequada e específica, em cada aluno de sua turma. Após a sondagem com a turma, os professores podem analisar as melhores maneiras para um ensino significativo”, ressaltou ela, multiplicadora do projeto.

A idealização desta segunda etapa foi planejada a partir dos resultados significativos obtidos pelo projeto Boquinhas. No mês de agosto, a Secretaria da Educação realizou um levantamento com alunos que integram o bloco alfabetizador, ou seja, alunos do 1º ao 3º ano do Ensino Fundamental, e tem oferecido aulas de apoio pedagógico.

“O Método das Boquinhas integra o Programa de Desenvolvimento Integral do Aluno. Pretendemos aumentar o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) e resolver os problemas de reprovação escolar que existem no município”, salienta a Secretária da Educação, Gilça Silva.

A proposta é que, a partir do ano de 2018, as escolas do município já estejam equipadas com os materiais e jogos educativos necessários para o desenvolvimento da prática.

Sobre o Método das Boquinhas

O método das Boquinhas utiliza, em sua prática, estratégias fônicas, visuais e articulatórias. Seu desenvolvimento foi alicerçado na Fonoaudiologia, em parceria com a Pedagogia, sendo indicado para alfabetizar qualquer criança e mediar os distúrbios de leitura e escrita. O Boquinhas atinge, de maneira rápida e eficaz, a conversão fonema/grafema, viabilizando a compreensão e utilização do sistema de escrita alfabética (SEA)