Procurar por obras de arte como investimento é tendência de mercado

0
444


Cresce o número de investidores interessados em adquirir obras de arte para monetização a médio e longo prazo. Esta é uma tendência de mercado junto com investimento em imóveis, títulos e ações, por exemplo. Obras de arte no geral são investimentos com alta margem de lucro. Porém, para investir neste segmento é necessário experiência e entendimento das obras que tem a possibilidade de valorização futura. Para isso, a ajuda de profissionais é fundamental. O suporte e curadoria de galerias especializadas faz toda diferença para os investidores.

É o que destaca a curadora da Galeria Arte 12B de Gramado, Marina Dal Ponte. Segundo a profissional, alguns itens fazem toda a diferença para os investidores como: autenticidade, precificação, valorização, exclusividade e qualidade nas escolhas.
Ao contar com o suporte da galeria, o cliente tem a garantia de que não vai investir em vão. “Nós trabalhamos para proporcionar as melhores opções de compra. Visitamos pessoalmente os ateliers dos artistas e fazermos a seleção da “obra prima” de cada artista plástico. As peças são únicas, originais e garantem personalidade e expressão”, destaca Marina.

Além da recomendação de um Galerista, Marina indica que os interessados adquiram obras que lhes chamem atenção e estejam de acordo com o seu gosto pessoal. Manter-se atualizado no mercado, frequentando Galerias de Arte, Vernissages e Bienais ajudam a tomar as melhores decisões. “A curadoria especializada indica os melhores e mais promissores artistas atuantes no mercado, a nível nacional e internacional. Todas as obras recebem a assinatura do artista e são acompanhadas do certificado de autenticidade. Além disso, a galeria se responsabiliza pela legitimidade do trabalho adquirido”, finaliza a curadora gaúcha.