Polícia Civil e Prefeitura de Canela unem forças no combate aos crimes ambientais

1
1495
A união faz a força: Delegado Vladimir Medeiros, assessora técnica , Daiane Soares e o secretário municipal, Paulo Tomasini. Foto: Divulgação/Polícia Civil .


A Polícia Civil e a Prefeitura de Canela são aliadas no combate a ocorrências de crimes ambientais no município. As duas instituições firmarão parceria para aprimorar as investigações sobre danos a natureza. Para agilizar a conclusão de inquéritos que necessitam de parecer de perito para a comprovação de crime ambiental, os laudos passarão a ser produzidos pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

A decisão decisão foi tomada na terça-feira, 29 de agosto, pela manhã entre o responsável pela DP da cidade, delegado Vladimir Medeiros e o chefe da secretaria, Paulo Tomasini.

A assessora técnica da pasta, Daiane Soares, será nomeada perita nas investigações policiais sobre ocorrências ambientais. A servidora possuí larga experiência na confecção de laudos ambientais.

Medeiros destaca que tomou essa iniciativa porque os inquéritos que necessitam da realização de laudo ambiental para a comprovação da prática de crime ambiental contra o meio ambiente a perícia oficial pode demorar para ser concluída o que acaba prejudicando a responsabilização do criminoso.

Inquéritos parados a mais de dois anos

Alguns inquéritos chegam a ficar parados mais de dois anos,” conta o delegado. “A aproximação com o Executivo possibilitará a responsabilização penal de quem praticar crime ambiental no município, como cortes de árvores, desmatamento, construção em áreas protegidas, poluição ambiental e parcelamento irregular do solo urbano,” afirma Medeiros.

Em Canela, as investigações de crimes ambientais são feitas pelo Cartório de Vulneráveis e Questões Ambientais, o qual atua na área de forma especializada. O setor foi construído e idealizado pela DP em parceria com a Associação Beneficente Amigos Solidários de Canela (Abasc).

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.