Prefeitura recebe exposição de livros em madeira do Sapeca

0
1293
Chefe do Executivo municipal, Fedoca Bertolucci recepcionou as crianças do projeto social. Foto: Carlos Borges/Prefeitura de Gramado


Buscando incentivar a leitura e a escrita, o projeto Sapeca do bairro Piratini, em Gramado, desenvolveu cinco livros coloridos de madeira, com histórias criadas pelas próprias crianças. Nove alunos apresentaram as obras ao prefeito Fedoca Bertolucci (PDT), que os recepcionou e os levou para conhecerem o seu Gabinete. O encontro ocorreu recentemente no dia 4 de agosto (sexta-feira). Desde então, os livros estão expostos na recepção do prédio administrativo do Executivo de Gramado.

As histórias foram escritas pelas cinco turmas do projeto, e foram impressas e anexadas em estruturas de madeira. Os alunos também coloriram e tornaram os livros interativos. O projeto literário foi apresentado pela primeira vez na 21ª Feira do Livro de Gramado. Depois da Prefeitura, a exposição será exibida na Secretaria de Cidadania e Assistência Social.

“Como projeto de cunho social, o Sapeca oferta uma série de atividades e apresentá-las ao público é uma forma de valorizar as crianças e os profissionais que integram o programa. Fiz questão de receber os alunos e parabenizá-los pelas obras literárias, pois desde pequenos eles devem saber que são cidadãos, com direitos que precisam ser respeitados, e que as portas da Prefeitura estarão sempre abertas”, garantiu o prefeito Fedoca.

Atendimento a 120 crianças de 5 a 12 anos

“Inicialmente, a ideia era incentivar a leitura e a escrita, mas acabamos despertando muito mais do que isso. As crianças desenvolveram a criatividade e participaram de todo o processo de construção dos trabalhos. Pretendemos seguir com projetos como esse, afinal, é gratificante a realização dos alunos ao verem seus trabalhos prontos e exibidos para todos”, afirma a monitora socioeducativa, Cássia de Oliveira Souza.

O Projeto Sapeca é promovido pela Prefeitura de Gramado, por meio da Secretaria de Cidadania e Assistência Social, e atende cerca de 120 crianças entre cinco e 12 anos, com sedes nos bairros Piratini e Várzea Grande.