Prefeitura assina contrato que busca melhorar o paisagismo e evitar as quedas de energia

0
907
A parceria entre a Prefeitura, através da Secretaria do Meio Ambiente, e a concessionária de energia foi oficializada na última terça-feira (31). Foto: Carlos Borges.


Para revitalizar progressivamente a arborização e o paisagismo urbano em Gramado, bem como evitar a falta de energia elétrica na cidade devido ao contato dos galhos das árvores nos fios, o município passa a integrar o projeto de arborização mais segura, da Rio Grande Energia (RGE).

A parceria entre a Prefeitura, através da Secretaria do Meio Ambiente, e a concessionária de energia foi oficializada na última terça-feira (31), com a assinatura do contrato pelo Prefeito João Alfredo Bertolucci, o Fedoca, e o gerente de Serviços de Campo Leste da RGE, Gilmar Pavinato. As ações vão desde a poda nas áreas onde os galhos estão em contato com a rede elétrica, até o plantio de mudas.

“O principal objetivo dessa Cooperação é certificar que a área urbana de Gramado tenha a ausência de riscos de falhas no fornecimento de energia elétrica por parte da concessionária em virtude de causa vegetal, adequando as espécies existentes sob a fiação (tipo, tamanho) sem perder as características paisagísticas/ambientais da arborização urbana típica de Gramado”, comenta a Secretária do Meio Ambiente, Rosaura Heurich.

A partir da assinatura do Contrato de Cooperação Técnica, já está em andamento o levantamento das áreas do perímetro urbano que necessitam de manutenção sob a rede elétrica, seja de poda, supressão ou plantio. Em seguida, a RGE iniciará as medidas necessárias para adequação dessa vegetação, após aprovação e acompanhamento da Secretaria do Meio Ambiente, que já vem executando o cronograma de podas na área central, onde não há incidência da rede elétrica, além do atendimento das demandas originadas do Fala Cidadão.

Participaram da assinatura, a Secretária Rosaura Heurich, o coordenador da Arborização Urbana, Vilson Dewes Júnior, o consultor de Negócios da RGE, Cristiano Machado Pires, e o engenheiro Florestal responsável pelo projeto na RGE, Fabrício Steffens.