Prefeito entrega Agenda Estratégica e Plano de Mobilidade Urbana para análise dos vereadores

0
470
Prefeito Fedoca Bertolucci e presidente da Câmara Municipal, vereador Rafael Ronsoni. Foto: Carlos Borges.


O prefeito Fedoca Bertolucci (PDT), a secretária de Planejamento, Urbanismo, Publicidade e Defesa Civil, Carmem Piazzi, e o secretário de Trânsito e Mobilidade Urbana, Luiz Quevedo, entregaram nesta segunda-feira, 17, o projeto de lei da Agenda Estratégica e o Plano de Mobilidade Urbana de Gramado para o presidente da Câmara Municipal, vereador Rafael Ronsoni (Progressistas).

O projeto de lei dispõe sobre a “Agenda Estratégica para o Desenvolvimento Sustentável 2018–2040”, construída em 2018 com a participação de arquitetos, urbanistas, engenheiros, empresários, estudantes, lideranças comunitárias e políticas, em reuniões e audiências públicas.

Para o prefeito Fedoca Bertolucci (PDT), a proposição é emblemática, relacionada ao desenvolvimento sustentável e à mobilidade urbana. Uma construção que, segundo o prefeito, resulta de um trabalho incansável para oferecer a Gramado algo diferenciado, como é a cidade.

Conforme o secretário de Trânsito e Mobilidade Urbana, Luiz Quevedo, o Plano de Mobilidade Urbana “é um instrumento legal cuja instituição será um marco divisor para o Município, possibilitando uma cidade mais organizada, humanizada com prioridade ao pedestre e à coletividade, com a valorização dos espaços públicos”.

Na avaliação da secretária de Planejamento, Urbanismo, Publicidade e Defesa Civil, Carmem Piazzi, “projetar Gramado para o futuro é o que vai nos colocar no caminho do desenvolvimento sustentável”.

O presidente da Câmara Municipal, vereador Rafael Ronsoni, diz que recebe o projeto de lei com satisfação das mãos do prefeito, mantendo o compromisso do diálogo que anunciou quando assumiu a presidência do Legislativo.

DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

A criação da Agenda Estratégica tem por missão fornecer um programa de ação no tempo, apresentando estratégias, programas e projetos que possam ser atualizados periodicamente, de acordo com os resultados obtidos em cada ação. Nesse sentido, os setores terão a agenda como um guia e não como um plano rígido.

PLANO DE MOBILIDADE

Segundo os princípios de mobilidade sustentável, o plano pretende promover uma cidade com um território de fácil contato e mobilidade, sistema de rede hierarquizado e ordenado, gerando mais oportunidades e menos conflitos, mobilidade dos pedestres, transporte cicloviário, incentivo ao uso do transporte público e menor do uso do automóvel individual.

ANÁLISE

A Agenda Estratégica e o Plano de Mobilidade Urbana ingressam na fase de análise nas instâncias do Legislativo com realização de audiência pública e assessoramento de técnicos do Executivo até a votação pelos vereadores.