Polícia Civil de Canela realiza mutirão para fiscalizar medidas protetivas da Lei Maria da Penha

0
897


Polícia Civil de Canela realizou, durante o dia desta quarta-feira (19), ação policial para fiscalizar o cumprimento das medidas protetivas de urgência da Lei Maria da Penha na cidade. A ação, coordenada pelo Posto Policial para a Mulher da Delegacia de Polícia de Canela, fez visitas a todas as mulheres vítimas de violência doméstica na cidade com medida protetiva em vigor.

Ao todo, cerca de 60 mulheres vítimas receberam a visita de agentes policiais durante todo o dia, ocasião em que verificadas suas situações atuais em relação à violência doméstica registrada anteriormente junto ao órgão policial.

O Delegado Vladimir Medeiros, titular da Delegacia de Polícia de Canela, informou que o objetivo da ação é verificar se, após o registro de ocorrência e o deferimento da medida protetiva, a violência ainda persiste, se a mulher corre ou não risco ou, ainda, se o relacionamento foi reatado. A autoridade policial referiu, ainda, que os casos de violência doméstica e familiar contra a mulher são prioridade em Canela, que viu ocorrerem três casos de feminicídio na cidade neste ano de 2018.

A cidade conta com o Posto Policial para a Mulher, que atende casos de violência contra a mulher de forma especializada e prioritária na Av. Osvaldo Aranha, no centro da cidade.

Ao todo, foram fiscalizadas cerca de 60 medidas protetivas da Lei Maria da Penha, sendo a totalidade em vigor no Município, tendo participado 15 policiais da ação.