Polícia Civil de Canela instaura inquérito policial para responsabilização de apenados

0
2371
Investigados crimes de motim de presos, dano ao patrimônio público e ameaça e lesão corporal. Foto: Polícia Civil


A Polícia Civil de Canela instaurou inquérito policial para realizar as responsabilizações devidas por atos praticados por apenados durante a rebelião ocorrida no Presídio Estadual de Canela na manhã de segunda-feira (10).

O Delegado Vladimir Medeiros, titular da Delegacia de Polícia de Canela, informa que a Polícia Civil esteve prestando apoio aos agentes penitenciários, chegando ao presídio logo depois do início da rebelião. Após contidos os apenados, a Polícia Civil identificou os líderes e responsáveis pelo início da rebelião, bem como os responsáveis pelos danos, ameaças e lesões praticadas no interior do estabelecimento prisional, sendo instaurado inquérito policial para que os apenados respondam criminalmente por seus atos. Inicialmente serão investigados sete presos, identificados como lideranças do motim.

A autoridade policial destacou a pronta ação de todas as forças policiais da cidade, que chegaram ao local rapidamente para conter a rebelião e agiram com técnica e integração.