Poema do despertar

0
1220


Oh amor da minha vida,
Que me deixas louco por ti,
Que nas tuas andanças da vida
Me perco a tempo de partir.

Parto ao teu encontro,
Parto como homem a procura
Da tua alma, do teu peito, de tua loucura.

Oh infante persona,
Que resplandece alegria,
Faz-me sentir teu peito
Assim como permito companhia.

Que loucura a minha,
E pensar que amar fosse simples.
Enquanto não te vejo, de tudo faço,
De tudo penso para que eu te sinta.

Sentir-te em meu peito,
Sentir-te em meu seio,
Sentir-te por inteiro.