PC de Canela desarticula facção e evita roubo a farmácia

0
1009

A Polícia Civil de Canela realizou ação policial na tarde deste domingo no Bairro Canelinha. O objetivo da ação era evitar que membros de uma facção de fora da cidade se instalassem em Canela. Os policiais civis surpreenderam o grupo, encurralando quatro membros da facção em um beco na localidade denominada de “Iraque”, ocasião em que os criminosos fugiram da ação policial em direção a um banhado de esgoto localizado nos fundos dos terrenos alvos da Polícia Civil.

Quatro criminosos foram detidos, sendo três deles de fora da cidade. Todos com vasta lista de antecedentes policiais, incluindo-se homicídio, roubo e outros crimes graves. Na ação policial também foi detido o líder do grupo, um detento canelense que cumpre pena com o uso de tornozeleira eletrônica.

O Delegado Vladimir Medeiros, titular da Delegacia de Polícia de Canela, relatou que a ação policial foi plenamente exitosa, uma vez que, além de identificar e deter os membros da facção, evitou que, ao chegarem de fora da cidade, se instalassem em Canela. A autoridade policial informou que, além de desarticular o grupo criminoso, a ação policial evitou que se realizasse um roubo a farmácia no centro da cidade, o que estava nos planos do grupo, segundo apurado pela Polícia Civil. “Quando a Polícia Civil ingressou no terreno alvo da ação, os criminosos fugiram em direção ao banhado localizado nos fundos das casas, onde desemboca todo o esgoto não tratado do bairro. Todos os criminosos foram detidos e precisaram ser limpos com o auxílio da Polícia Civil, pois estavam completamente cobertos de dejetos humanos”, relatou o Delegado Vladimir, que elogiou a ação da equipe pelo comprometimento e dedicação, inclusive porque estavam de folga no momento.

Na ação, ainda foram apreendidos cartazes com exaltação ao nome da facção.

De acordo com a Polícia Civil de Canela, o grupo é investigado por ameaçar moradores do bairro com emprego de armas de fogo e disparos durante a noite. As arma de fogo foram dispensadas no banhado de esgoto, segundo os policiais.

Os policiais civis destacaram ainda que, apesar de conhecerem a realidade de pobreza existente em diversos pontos de Canela, percebem o crescimento desordenado de residências sem um mínimo de condições naquele local, denominado “Iraque”, com crianças e idosos vivendo em meio ao lixo, esgoto a céu aberto e sem qualquer serviço de saneamento. “Com a ausência do poder público no local e sem perspectivas, os criminosos e facções se aproveitam da situação para arregimentar os adolescentes para o tráfico de drogas”, destacou o Delegado Vladimir Medeiros, que também é responsável por comandar ações de prevenção à violência e às drogas na cidade.