Os cinco principais erros dos empreendedores de primeira viagem

0
1417


Empreender é uma das minhas grandes paixões. Por isso que estudo e pratico tanto o empreendedorismo.
Pela estrada da vida encontro diferentes empreendedores que também querem rentabilizar suas paixões.
Com eles aprendo muito e também observo erros comuns que dificultam sua performance.
Aqui em um breve e curto texto venho exemplificar os 5 erros mais comuns desses empreendedores e que por muitas vezes são muito simples de resolver. Dia 21 de maio, na UCS farei uma palestra sobre empreendedorismo e marketing sem mistérios. Por aqui vou deixando meu breve comentário.
Vamos lá!
ERRO 1: INICIAM O NEGÓCIO APENAS COM UMA IDEIA E IMOBILIZAM O CAPITAL 
“Fui demitido… com essa grana vou abrir meu negócio e trabalhar para mim!” – Daí o cidadão vai lá no banco, saca seus R$15, R$20 mil e imobiliza tudo comprando móveis, insumos, pintando parede, alugando um espaço etc e tals… Mas nem sabe quanto vai vender por mês. Quantas pessoas consumirão na sua empresa? Quem são essas pessoas? Onde estão?
Uma ideia de negócio é só uma ideia.
Uma ideia vira negócio quando pode se rentabilizar sozinha.
Essa é a moral. Muitos empreendem imaginando que aquela ideia supimpa irá o deixar rico e sabem o que fazem? Implementam sem planejamento. Imobilizam seu capital em móveis, insumos, embalagens e tudo o que a empresa precisa.
Em sua cabeça está concretizado que recuperará todo o capital investido no primeiro mês de empresa, numa falsa ilusão.
Não calculam o tempo de retorno do investimento. Os novos investimentos. O aluguel à pagar.
Isso faz com que fique com um pequeno ou quase nenhum capital para girar os primeiros meses de vida da empresa.
Enfim… não planejam… Que é nosso erro 2.
ERRO 2: NÃO PLANEJAM AS AÇÕES
Abrem o negócio à moda louca.
“Vendi muito essa semana, vai ser sempre assim.”
“Não preciso mudar nada no meu negócio!”
As empresas que se mantém no mercado estão em constante planejamento, pesquisas e ações direcionadas.
Direcionadas a quem? A quem paga – o cliente!
E quem é esse cliente?
Lá vem nosso erro 3!
ERRO 3 – NÃO CONHECEM SEU PÚBLICO ALVO
O erro mais comum e a principal solução da maioria dos problemas dos empreendedores é conhecer seu público alvo.
Muitos empreendedores ao abrirem suas empresas pensam em um determinado público e no dia-a-dia da operação acabam por se esquecer dele! Isso mesmo, esquecer!
Como isso acontece? Bem, a preocupação diária no pagamento das contas, no cumprimento dos seus afazeres fazem com que simplesmente “não tenham mais tempo” para planejar nada. Absolutamente nada que não seja a planilha financeira.
Daí entram em uma engrenagem massacrante e absurdamente infeliz de viver em uma roda de dívidas.
Bem, e o que isso tem haver com o público alvo? Tudo. se você abriu seu estabelecimento pensando em um tipo de público, atrai-o para seu local. Faça ele te conhecer. Faça ele vir investir em você. Pense em como você poderia agradar seu cliente. Quantas operações novas ou novos produtos poderia lançar? Qual é a principal demanda do cliente que você quer? Por que afinal das contas você abriu sua empresa?
Respondendo essas simples questões você consegue de imediato entender porque seus clientes não te visitam mais e estão deixando de comprar. A resposta é simples, você não pensa neles.
Como quer manter um relacionamento saudável se você só pensa nos bastidores e não na sua ação mediante o palco do empreendedorismo?
E então, vem o erro 4!
ERRO 4 – DEIXAM PARA PENSAR NO MARKETING COMO UMA SALVAÇÃO POSTERIOR
Gente, marketing faz parte do planejamento da sua empresa. Ele é a primeira coisa que você deve pensar ao querer abrir um negócio. Antes de tudo. Sabe por quê? Pelo simples fato de que são as estratégias de marketing que facilitam o caminho do seu público alvo até você! Para quem você vai vender? Quem vai comprar? Onde estão essas pessoas? O que elas fazem? Onde está a atenção dela nesse momento? Sua logotipo, seus posts nas redes, o que você quer expressar e vender está chegando até seu público? Como você vai vender seu hambúrguer sem antes despertar a fome no seu cliente? Você deve fazer com que seu possível cliente tenha vergonha de não te conhecer. Isto é o marketing que faz!
É depois de abrir um negócio e ver que as pessoas não estão entrando, não estão consumindo, que os empreendedores acham que é por causa do preço. Então, procuram desesperadamente fazer ofertas e promoções para fazer dinheiro e pagar os fornecedores. Numa tentativa desesperada de consertar o erro inicial. No meu treinamento #IDEALMARKETING eu ensino o passo a passo para você começar a vender sem antes mesmo ter aberto as portas ao público. Milagre? Não. Estratégia.

ERRO 5 – NÃO ESTUDAM

Existem milhares de conteúdos gratuitos na internet para consumo rápido.
Cursos on-line sobre empreendedorismo, vendas, planejamento e muito mais.
O próprio SEBRAE disponibiliza cursos inteiros com certificados digitais que já conseguem nortear os novos empreendedores.
Estudar o seu negócio, o seu campo de atuação, os seus possíveis clientes.
Tudo o que possa ser útil para seu próprio negócio.
Abrir um negócio é estudar todos os dias.
Se atualizar, alimentar sua mente com diferentes percepções.
Isso faz com que seu negócio esteja sempre atualizado e atraente.
Você não perde tempo estudando, ao contrário, você ganha tempo.
Sabe por quê? Simplesmente porque se você estiver preparado, nada no cenário externo irá te derrubar.
Só passam pelas crises àqueles que estão acomodados nela.
Simples assim.
Como vocês sabem eu falo mesmo, sem papas na língua e isso é para acordar você.
Não é justo com o mundo você ter este potencial todo aí para mostrar e ficar escondido. Ou pior, abrir um negócio maravilhoso e depois fechar por falta de planejamento.
Eu não admito que você tem tudo isso aí para mostrar ao mundo e permanece escondido.
A minha missão aqui é fazer você entender sobre si, sobre seus negócios e seu posicionamento no mundo.
Por isso minha empresa, a #ideal42 oferece diferentes treinamentos. Justamente porque eu estudo você que é meu público – alvo e sei do que você precisa.
Super beijo
Que tudo o que você nasceu para ser se concretize.
Atte,
Jenny