Operação Fragmentado prende grupo envolvido em tráfico e golpes

0
824

Na última quinta-feira (24), em ação que se estendeu do início da manhã até a noite, a Polícia Civil desencadeou a Operação Fragmentado, resultando do cumprimento de quatro mandados de prisão, três de natureza temporária e uma preventiva, bem como três mandados de busca e apreensão em casas de suspeitos.

As ordens judiciais foram cumpridas no âmbito de investigação que inicialmente objetivava apurar crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas. No curso da investigação, apurou-se que um dos suspeitos havia se aliado a um detento, recolhido em Caxias do Sul, passando a agir em diversos golpes em várias regiões do Estado e também em Santa Catarina.

Apurou-se que o detento entrava em contato com as vítimas, por telefone, usando de ardil a fim de convencê-las a vender determinados produtos. Na sequência, outro suspeito e sua companheira, com sua companheira, entrava em cena, simulando ser motorista de aplicativo encarregado de buscar o produto vendido, confirmando as falsas informações repassadas pelo detento à vítima. ao final, entregue a mercadoria, o detento forjava falso pagamento por meio de envelope vazio ou falso depósito. Quando a vítima verificava que o valor não havia ingressado na conta, o produto já havia sido levado. Também se apurou que o grupo praticava golpes com uso de cartão de crédito clonado, tudo comandado pelo detento, identifcado ao longo das investigações. Também foi identificado o casal, morador de Gramado, que era responsável por buscar as mercadorias obtidas fraudulentamente.

A investigação foi realizada pela Delegacia de Polícia de Gramado, sob coordenação do Delegado de Polícia Gustavo Celiberto Barcellos, e contou com a troca de informações com a Brigada Militar. A operação para cumprir os mandados contou com doze Policiais Civis de Gramado e da Delegacia Regional/2 DPRI. Após os trâmites legais, os suspeitos foram recolhidos ao sistema prisional.

Estes tinham papel fundamental nas empreitadas criminosas. além destes, identificamos um quarto suspeito, também morador de Gramado, que foi quem articulou com o detento e recrutou o casal responsável por buscar as mercadorias. ao longo das investigações, foi possível recuperar objetos de vítimas do golpes, bem como evitar que o grupo consumasse um golpe na região de Passo Fundo, no qual seria adquiro o estoque inteiro de uma loja.

Os três suspeitos presos em Gramado tinham contra mandados de prisão temporária e foram detidos em suas casas, no bairro Várzea Grande. Na residência do casal, ainda foi apreendido quase meio quilo de maconha, balança de precisão, petrechos usados para acondicionar drogas, dentre outros objetos, pelo que o casal foi autuado por tráfico de drogas. Neste tópico, apurou-se que o grupo investia valores obtidos a partir dos golpes praticados no tráfico de drogas. Ainda foi efetivada a prisão preventiva do detento que liderava o grupo criminoso e fazia toda a articulação dos golpes.