Polícia Civil apreendeu carga de cigarros que financiaria facção criminosa

0
1572
Carga recolhida está avaliada em R$ 30 mil


Não é somente com a venda de drogas que o crime organizado vem obtendo recursos para subsidiar o tráfico e praticar outros delitos. A Polícia Civil de Canela descobriu que uma facção criminosa com base no Vale dos Sinos, mas que vem tentando expandir as suas atividades ilícitas para cidades da Região das Hortênsias estava vendendo cigarros adquiridos no Paraguai para fazer caixa.

Na quarta-feira, 21 de março, agentes da DP do município “estouraram” um depósito no bairro Vila Boeira onde o grupo criminoso guardava uma grande carga da mercadoria contrabandeada. Como resultado da investida, a Polícia recolheu cerca de seis mil maços de cigarros. Os investigadores apuraram que o material apreendido seria distribuído no comércio local e o lucro das vendas financiaria a facção.

“Mais do que retirar de circulação produto que configura crime contra as felações de consumo, atinge financeiramente a facção criminosa que busca tomar conta de diversos setores da criminalidade no município,” avalia o chefe da Polícia Civil em Canela, delegado Vladimir Medeiros.

Durante a ação que culminou com a apreensão da mercadoria, um homem foi detido, mas liberado após prestar esclarecimentos na DP. O material será encaminhado para a Polícia Federal, órgão de segurança responsável por investigar crime de contrabando. A estimativa é de que a apreensão da carga tenha gerado um prejuízo mínimo de R$ 30 mil para a facção.