Oficinas definem estratégias de atuação para os próximos anos

0
985
O arquiteto e urbanista, Rubén Pesci, e a equipe da CEPA Consultora estão à frente do projeto.. Foto: Clara Casagrande.


A definição de oito estratégias que embasarão as propostas de desenvolvimento sustentável e mobilidade urbana da Agenda Estratégica de Gramado foi o resultado das oficinas participativas entre a administração municipal, a equipe da CEPA Consultora e a comunidade gramadense, representada por membros da sociedade civil organizada e por autoridades, como o vice-prefeito Evandro Moschem e os secretários municipais. Durante os dois dias de encontros, no polo da UAB da cidade, na última semana, os participantes apontaram resoluções para os principais conflitos enfrentados pelos moradores e turistas.

“Dando continuidade a uma sequência de trabalhos, iniciamos uma etapa mais concreta da Agenda, onde será possível apresentar projetos e inseri-los nas estratégias de trabalho. Uma oportunidade ímpar”, ressaltou o secretário de Planejamento, Urbanismo, Publicidade e Defesa Civil, Jeferson Zatti.

Durante as oficinas, foram apresentados os resultados dos primeiros encontros, com os principais conflitos e potencialidades observados e mapeados pelos participantes que, na ocasião, foram validados e identificados nos mapas da cidade. Em grupos, os participantes também apresentaram propostas que fundamentarão o Plano Diretor. As próximas oficinas, em abril, darão destaque à gestão do plano da Agenda Estratégica.

“O setor público é quem precisa garantir o andamento do projeto, mas é muito importante a adesão e participação da comunidade e contribuintes no processo. Com base nas propostas apresentadas pelos grupos, o próximo encontro dará ênfase na forma de gestão que o plano vai ter. Será apresentado um projeto preliminar do que vem sendo estudado até agora”, garante Daniel Caporale, representante da equipe projetual da CEPA na região.

De acordo com o arquiteto e urbanista Rubén Pesci, à frente da Agenda Estratégica de Desenvolvimento Sustentável e Mobilidade Urbana de Gramado, é hora de concretizar as propostas. “Chegamos ao momento de partir para estratégias definitivas. Trabalharemos em cima das conclusões apresentadas aqui, com base no diagnóstico feito durante os últimos encontros”.

As estratégias definidas durante as oficinas

1. Aprovação e implementação da agenda e plano de mobilidade: Instituir o Plano de Mobilidade como lei municipal, desenvolver ações que promovam mudanças de comportamento, promover a descentralização, com maior autonomia aos bairros;

2. Diversificação turística e atualização do marketing: Recuperação de áreas verdes, incentivos a projetos de turismo e que enalteçam a cultura e história da cidade, incentivo à descentralização de produtos turísticos, valorizando a natureza e o empreendedorismo rural;

3. Planejamento territorial com um novo plano diretor e um sistema de informações atualizadas: Com foco na independência e fortalecimentos dos bairros, como a geração de emprego e renda, ligação interbairros, estacionamentos públicos e privados;

4. Criação da agência de desenvolvimento sustentável e uma modalidade de gestão renovada e participativa: acompanhar a implantação do novo Plano Diretor, estimular projetos inovadores, elaborar um banco de dados e projetos;

5. Valorização da paisagem e novas figuras de proteção: Efetivar os parques públicos e criar unidades de conservação, preservação dos recursos hídricos, gestão integrada com municípios vizinhos;

6. Criação de um sistema multipolar com o fortalecimento e interligação dos bairros: Ligação entre bairros, mais estacionamentos privados, instituição de bairros turísticos;

7. Valorização da paisagem urbana de identidade cultural, arquitetônica e histórica: Feira de orgânicos com cultura, turismo de aventura, marketing para o desenvolvimento da área rural, plano de proteção ao patrimônio, valorização dos espaços públicos;

8. Reestruturação urbana de Gramado e novas oportunidades de investimentos: Validar possíveis áreas de expansão criando um novo modelo de ocupação territorial e atraindo investimentos diferenciados.

Próxima Etapa – Oficina da Agenda Estratégica

Quando? 10 e 11 de abril

Onde? Universidade Aberta do Brasil (UAB) – Polo Gramado Véra Grin (Rua Josias Martinho, 197, bairro Moura)

Horário: 14h às 18h