Ô Churras: Segunda edição reuniu mais de 1.500 pessoas

0
1487
Mais de 1.500 pessoas, três toneladas de comida e 2.500 litros de chope movimentaram o evento realizado na Caza Wilfrido. Foto: Ragner Iglécias.


Mais de 1.500 pessoas passaram pela Caza Wilfrido no último sábado (23) para conferir Ô Churras, em Gramado. Reforçando seu pioneirismo neste estilo de evento, o festival encerra sua segunda edição se consolidando como o maior deste tipo no Rio Grande do Sul.

“O evento ganhou importância como gerador de fluxo turístico motivando a vinda de visitantes de 115 municípios e 14 estados brasileiros. Só no Rio Grande do Sul foram 70 diferentes municípios, da Campanha ao Litoral, além de diversos estrangeiros do Cone Sul”, avalia Enzo Arns, diretor da Matilha, empresa organizadora do evento.

Cortes, técnicas e assadores fizeram a alegria dos visitantes em um dia de sol e temperatura agradável para o rígido inverno da Serra Gaúcha. Ao todo, três toneladas de carne e acompanhamentos foram servidas. Com seis opções de chopes nas torneiras, foram consumidos 2.500 litros de cerveja e quase mil drinks servidos, um dos destaques do evento.

Entre as tantas opções de carne como costela, vazio, picanha e pato, uma das estações mais movimentadas foi a do Cogumelo Montanhês que serviu uma brusqueta de cogumelos na brasa. A disputa também foi grande pelas panquecas de doce de leite da Mukli.

Curadora técnica, a churrasqueira Clarice Chwartzmann comemorou o sucesso do evento que celebrou a cultura gaúcha. “O gaúcho, como nenhum outro povo, cultiva e celebra a cultura e o ritual ao redor do fogo, sendo o churrasco sua maior expressão de tradição e união. O evento traduziu essa essência gaúcha, buscando na experiência mais autêntica desta cultura, o momento grandioso e renovado como entretenimento, sem perder sua verdadeira origem e significado. Construir essa história com Ô Churras é cuidar e reverenciar nossa origem e identidade”.

A próxima edição do Ô Churras em Gramado deverá acontecer ainda em 2018, adiantou o organizador Enzo Arns. O evento também estuda edições em outras cidades gaúchas e em Santa Catarina e no Paraná.

Torneiras compartilhadas com cervejarias locais

Das sete torneiras dos estandes da Eisenbahn, três foram destinadas às criações de cervejarias artesanais convidadas: Edelbrau, de Nova Petrópolis, Cervejaria Farol, de Canela e Gram Bier, de Gramado.

“Assim como Ô Churras expande a arte do churrasco para que mais pessoas apreciem a variedade de cortes e assados nobres que a gastronomia gaúcha oferece, a Eisenbahn congrega da mesma ideia de democratizar a cultura cervejeira para que mais pessoas possam apreciar diversos estilos de cerveja. Nesse sentido, o convite às cervejarias Edelbrau, Farol e Gram Bier reforça o propósito de unir, fortalecer e fomentar o mercado cervejeiro craft na Região Sul e no País”, explica Karina Pugliesi, gerente da marca Eisenbahn.

O estilo Rauchbier, produzido com maltes defumados da região de Bamberg, na Alemanha foi relançado com exclusividade durante Ô Churras, harmonizando perfeitamente com o cardápio do evento.