Nova Petrópolis estrutura Ambulatório de Campanha

0
671
Foto: Marcelo Moura | Comunicação PMNP.


O Ambulatório de Campanha de Nova Petrópolis, que teve sua estrutura física concluída no dia 5 de abril, foi montado no Centro de Eventos como medida preventiva pela Administração Municipal. O espaço, que possui 39 leitos separados por divisórias, foi concebido para atender pacientes de Nova Petrópolis que apresentem sintomas leves e moderados de síndrome gripal, caso a atual estrutura do sistema de Saúde do Município não seja suficiente para atender o número de pacientes durante a pandemia de coronavírus COVID-19. Até o momento, foram investidos R$ 68 mil no ambulatório, sendo R$ 64.221.60 provenientes do Ministério da Saúde e R$ 3.778,80 de recursos próprios da Prefeitura de Nova Petrópolis, para custear a estrutura física do ambulatório. O espaço também está equipado com 15 cilindros de oxigênio, itens locados por um período de três meses, no valor total de R$ 1.305,10, com recurso da Administração Municipal.

Além do espaço que comporta os leitos, o ambulatório conta com área de espera, sala de recepção, duas salas de triagem, duas salas de apoio às equipes de saúde, três consultórios médicos, salas de preparação e aplicação de medicação, nove ambulatórios e alas de observação masculina e feminina. O ambulatório está devidamente mobiliado e recebeu doações da comunidade, como 1.440 garrafas de água, totalizando 720 litros; de 15 colchões; 12 mantas microfibra e 100 peças para leitos, sendo 35 travesseiros, 35 fronhas e 35 lençóis.

Segundo a secretária de Saúde e Assistência Social e coordenadora do Comitê de Crise (COE), Cláudia Pires, o Ambulatório de Campanha será utilizado apenas em caso de necessidade. ”Os leitos do ambulatório serão utilizados caso o sistema de Saúde do Município não suporte o número de atendimentos. A orientação continua a mesma, as pessoas devem procurar primeiramente as Unidades Básicas de Saúde e, caso necessitem de atendimento quando elas estiverem fechadas, devem se encaminhar ao Hospital Nova Petrópolis”, destaca a secretária.

De acordo com médico Gregor Hermann, que atende na rede Municipal de Saúde e integra o Comitê de Crise e a equipe do Disque Coronavírus, caso o Ambulatório de Campanha receba pacientes, os profissionais que atendem nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) serão deslocados para realizar esses atendimentos. “Em uma eventual utilização do ambulatório, vamos formar equipes com os profissionais – médicos, enfermeiros e técnicos em enfermagem – que atuam nas nossas UBSs. Essas equipes atenderão pacientes a partir dos 13 anos que possuam quadro clínico leve a moderado, ou seja, que não estejam necessitando de ventilação mecânica”, explica o médico.