Nestor assume Progressistas e diz que falta liderança na gestão de Gramado

0
806
Prefeito de Gramado por oito anos, Nestor Tissot, é o principal nome do partido para a eleição majoritária do ano que vem. (Fotos: André Aguirre)


O ex-prefeito, Nestor Tissot, foi aclamado na manhã deste sábado, 11 de maio, novo presidente do Progressistas de Gramado. Ele substitui no cargo, o advogado Bruno Coletto que após dois anos de mandato deixou o posto, mas continua na Executiva da legenda como secretário-geral. Tissot não poupou críticas a atual administração municipal, liderada por Fedoca Bertolucci (PDT).

“Essa despreocupação com a nossa cidade, esse não atendimento ao nosso povo gramadense, aquela expectativa que foi gerada em cima de mentiras, que o iam acabar com os CCs, que o Pedro e o Nestor encheram a Prefeitura de CCs, estão ai muto mais (Ccs) que a gente colocou na época, Câmara teve que intervir por causa do nepotismo e eles diziam que não iam fazer nada disso,” declarou Tissot.

“Escolheram uma equipe, com todo o respeito, uma equipe que não está preparada para gerenciar a nossa cidade não tem um líder que conduza essa equipe num projeto maior, por isso, que a cidade está trise, não tem saúde, tem desemprego, a educação está daquele jeito, nós não temos construções de creches, a gente não vê melhorias para o nosso interior que são tão pedidas,” afirmou o ex-prefeito.

“O DNA progressista realmente ele é diferente, ele não descansa, não sossega, ele quer a cidade pujante, ele quer a cidade crescendo, ele quer ver o povo feliz. Esta é a linha que vamos atuar no partido,” disse.

Cerca de 200 correligionários, incluindo vereadores e os três ex-prefeitos filiados ao partido, Pedro Bertolucci, Horst Volk e Jorge Bertoluci formaram o público da convenção.

Lideranças locais do DEM, PSDB e PSL prestigiaram a convenção. O deputado federal, Afonso Hamm e o deputado estadual Sérgio Turra ambos do Progressistas também participaram do evento partidário.

O Progressistas de Gramado, leia-se PP, de acordo com dados da direção da legenda, tem em torno de 2.500 filiados. Atualmente, a sigla tem a maior bancada no Legislativo do município, com cinco representantes.

JAIME DEVERÁ ASSUMIR O PARTIDO

Tissot foi escolhido para comandar o partido no biênio 2019-2020, mas a tendência é a de que ele transmita a presidência da legenda no período de descompatibilização eleitoral para concorrer novamente ao Executivo municipal. O ex-prefeito tem como 1º vice, o ex-vereador e ex-secretário municipal, Jaime Schaumöffel, o qual na prática deverá conduzir o partido nas eleições do ano que vem. O também ex-secretário municipal, Márcio Coracini é o 2ºvice-presidente do Progressistas gramadense.

Coracini foi secretário de Meio Ambiente na última gestão Nestor Tissot/Luia Barbacovi e está entre os cotados até o momento para concorrer ao lado de Tissot na disputa majoritária do ano que vem.

MULHERES QUEREM A VICE

Se depender da ala feminina do Progressistas, liderada por Vera Simão, a definição sobre a vaga para a concorrer a vice contará com uma representante das mulheres. O grupo articula-se para indicar candidata a vice de Tissot em uma eventual chapa pura da agremiação. “Nós vamos buscar este espaço,” garantiu Vera, que foi reconduzida a presidência da Mulheres Progressistas do município.

Para estar a frente do Jovens Progressistas pelos próximos dois anos, a legenda em nível municipal aclamou o único candidato a presidência do movimento, o morador da Várzea Grande, Ronei Brenstrop.

EXECUTIVA MUNICIPAL
Presidente: Nestor Tissot
1 Vice-presidente: Jaime Schaumloffel
2 Vice-presidente: Márcio Coracini
Secretário Geral: Bruno Coletto
Secretário: Jorge Bertoluci
Tesoureiro: Joni Moraes
2 Tesoureiro: Remi Pereira Dias

Vogais:
Marcos Gomes
João Carlos Adam
Eduardo Zorzanello

Suplentes de Vogais
Erni Branchini
Marcos Lovato
Denise Foss
Angela Soares

Convenção foi acompanhada por grande número de correligionários e lideranças do Progressistas