Meu gato testou positivo para FIV e/ou FeLV. E agora?

0
317


Tanto a FIV, que é popularmente conhecida como AIDS Felina, quanto a FeLV (Leucemia Viral Felina) atacam o sistema imunológico e não possuem cura, mas ambas se diagnosticadas com antecedência, são mais facilmente controladas.

Não é possível afirmar a expectativa de vida de felinos testados positivos para ambas as doenças, mas com cuidados adequados podem viver anos. É essencial manter o felino saudável, fornecendo ração de qualidade, além de manter os cuidados higiênicos, controle parasitário e acompanhamento regular ao veterinário.

Além disso, é importante castrar o felino positivo, além de mantê-lo sempre dentro de casa, para que não haja disseminação das doenças. Caso haja outros felinos na residência e não for possível mantê-los separados, o ideal é realizar o teste de FIV e FeLV nos demais gatos com regularidade.

É importantíssimo também controlar o estresse, diminuindo a dominância de território entre os felinos da residência, ter um ambiente enriquecido com brinquedos, além de observar mudanças físicas e comportamentais, para que não desenvolvam doenças secundárias devido à baixa imunidade. Grande parte da população felina são Fiv/Felv positivos e, em muitos casos, infelizmente só descobrimos em meio a crises, quando a recuperação é improvável.

Pensando nisso, ao longo do mês de julho a @clinicavictorcasola (Instagram) estará com a campanha de testes para FIV/Felv.

MIOU -> TESTOU -> VACINOU!

Victor Casola Médico veterinário | CRMV/RS: 17472

Instagram: @veterinariovictorcasola

WhatsApp: (54)999291212