Mercado da Arte gera resultado e artistas gramadenses vendem suas obras

0
519


O Mercado da Arte – A Vitrine, projeto desenvolvido pela Prefeitura de Gramado, por meio da Secretaria da Cultura, que utiliza o coreto da Praça Major Nicoletti como galeria artística, vem se mostrando um excelente meio de fomento à atividade artística e cultural da cidade. Obras já foram vendidas graças ao projeto e muitos artistas vêm recebendo contatos de visitantes interessados em adquirir o produto artístico criado em Gramado.

“A experiência do projeto tem sido muito legal, porque muita gente pode ver meu trabalho de uma outra forma, ainda mais ali, bem perto do público, em um local com grande circulação. Com isso consegui fazer contatos e venda”, comenta a mosaicista Lua do Rio, autora da peça Figura Feminina, primeira a ser vendida por meio do projeto físico do Mercado da Arte.

A compradora da peça produzida pela artista Lua do Rio, foi uma vacariense que passava férias em Gramado. Raiane Evangelista avalia a importância do projeto: “Gostei muito, achei interessantíssimo. Acessei o WhatsApp da artista Lua do Rio, pois a obra dela me chamou muito a atenção. Quando concretizei a compra já não estava mais em Gramado, porém ela me enviou por Correio e chegou em dois dias até mim”.

Além de Lua do Rio, outros artistas revelam ter recebido contatos por telefone e WhatsApp, caso de Clary Sartori, artista plástica com longa atuação em Gramado. “Por meio da exposição no Mercado da Arte recebi contatos que me possibilitaram vendas. Não foi a obra exposta em si, mas graças ao contato que iniciou por lá, pude mostrar mais do meu trabalho à pessoa e concretizar a venda”, comenta a artista.

O Mercado da Arte, além de expor as obras de artistas visuais com atuação em Gramado, dispõe QR Codes que direcionam ao WhatsApp de cada artista expositor, facilitando assim a comunicação com o público e usando a tecnologia como incentivo à arte, uma vez que o coreto não fica aberto ao público, evitando que haja aglomeração de pessoas em seu interior.

“É muito bom saber que houve artistas que venderam graças ao Mercado da Arte, mesmo em meio a um cenário tão complicado para a economia. Essa é a prova de que a arte é inerente ao tempo e às adversidades, e que mesmo lutando contra tantos problemas, ela sempre acaba achando seu espaço. A Secretaria da Cultura fica muito satisfeita em poder fazer a sua parte e oferecer caminhos para que isso aconteça”, avalia o secretário da Cultura Ricardo Bertolucci Reginato.

Nova exposição

Desde a última quinta-feira (27), uma nova exposição compõe o Mercado da Arte – A Vitrine. Telas, esculturas, fotografia, patchwork e cerâmica são alguns os estilos contemplados na segunda edição do projeto, que deve ficar disponível até a metade do mês de junho.

Os artistas participantes desta edição são: Geraldo Farina, Gabriela Vargas, Maria Eduarda Santos, Roberta Frachini, Ricardo Veras, André Sartori, Bettina Lauterbach, Sônia Schlee e Leonid Streliaev.

Para participar do Mercado da Arte de Gramado, é preciso enviar fotos em boa resolução de suas obras, tamanhos, técnica utilizada e valor de cada peça, por meio de DM na página do Instagram @mercadodaartegramado, por meio do WhatsApp da Cultura (54) 98401-7707 ou ainda pelo e-mail cultura@gramado.rs.gov.br.