Manu vislumbra gestão eficaz e próxima da população de Gramado

0
1548


Eleita por unanimidade pelos vereadores de Gramado para comandar o Legislativo municipal durante o ano de 2018, a empresária Manoela da Costa Caliari, 33 anos, será a primeira mulher da história política da cidade escolhida por votação parlamentar para presidir a Mesa Diretora da Câmara.

Mais conhecida pelo seu nome parlamentar, Manu Caliari estará a frente da Casa do Povo a partir de janeiro em data ainda não definida. Na ocasião, o atual chefe do Legislativo, Luia Barbacovi (PP) transmitirá o cargo para Manu.

Única representante do Partido Republicano Brasileiro (PRB) em atividade na casa, Manu está no seu segundo mandato eletivo. Ela foi eleita vereadora na eleição de 2012 com 890 votos e em 2016 recebeu 799 confirmações nas urnas eletrônicas.

Considerada entre seus pares uma agente política coerente, com bom trânsito e firme na defesa das suas opiniões, Manu diz em entrevista ao Gramado News (GN) que a atual administração municipal liderada por Fedoca Bertolucci (PDT) ainda não mostrou a que veio.

Com a posse da parlamentar, será a primeira vez desde a emancipação política de Gramado que o PRB estará à frente da Câmara. Natural de Porto Alegre, Manu descarta concorrer a uma vaga a Assembleia gaúcha no próximo pleito proporcional estadual, mas não esconde que vislumbra concorrer ao cargo máximo do Poder Executivo de Gramado.

Ao GN, ela destaca que irá desenvolver projetos baseados no uso da tecnologia como ferramenta para desburocratizar processos e ações do Legislativo. Manu terá como vice, Rosi Ecker Schmitt (PP). Volnei da Saúde (PP) será o 1º secretário e Everton Michaelsen (PMDB), o 2º secretário da Mesa Diretora.

ENTREVISTA

Gramado News – Qual o seu sentimento ao ser a primeira mulher eleita para comandar a Câmara de Vereadores?

Manu – Para mim é uma grande honra, pois as mulheres gramadenses merecem ocupar os mais altos cargos nos poderes, pena que isso só tenha acontecido 64 anos depois da criação da Câmara de Vereadores em nossa cidade, pois ao longo da história as mulheres se doaram muito para o desenvolvimento de Gramado em todos os aspectos.

Gramado News – A qual fator a senhora credita a sua eleição para presidente da Câmara por unanimidade?

Manu – Essa votação por unanimidade me deixou muito feliz e tenho certeza que é fruto de uma construção de relações de muito respeito e trabalho sério com os meus colegas vereadores e com os partidos.

Gramado News – Essa será a sua primeira experiência como líder do Legislativo, o que a população pode esperar do seu trabalho?

Manu – Pode esperar uma Câmara muito dinâmica e aberta à comunidade. Vou trabalhar pela aproximação dos poderes e principalmente com a comunidade, através da modernização e da tecnologia e principalmente através da valorização das pessoas.

Gramado News – Enquanto agente política, você pretende candidatar-se a outros cargos, como a de chefe do Executivo gramadense ou deputada?

Manu – Não serei candidata à deputada nas próximas eleições, pretendo me dedicar ao meu trabalho no município. Quanto a ser prefeita, não excluo essa possibilidade, mas ainda é cedo para falar sobre isso. Primeiro quero fazer o meu trabalho como vereadora muito bem feito!

Gramado News – Como à senhora pretende conduzir o parlamento municipal?

Manu – Conduzirei com Justiça, trabalho e muito respeito à comunidade e aos poderes, mas não aceitarei desrespeito ao Poder Legislativo. Os vereadores são a representação legítima do povo e precisam ser respeitados independentemente do seu posicionamento político e partidário, um por todos e todos por Gramado.

Gramado News – Qual projeto deverá ser implantado na sua gestão?

Manu – Pretendo estabelecer metas para o funcionamento da Câmara que serão construídas em conjunto, tornar os processos cada vez mais transparentes e próximos da comunidade. Aplicar tecnologia para desburocratizar também será prioridade.

Gramado News – Quais são as principais características da Manu Caliari enquanto vereadora? Manu – Todos conhecem a minha atuação, procuro seguir uma coerência e principalmente me orientar pelo que vem de encontro com as minhas convicções e com o que é melhor para as pessoas e para a cidade.

Gramado News – A senhora é opositora ao governo Fedoca Bertolucci?

Manu – Não me considero opositora, me oponho às propostas que não são boas para Gramado e sou a favor do que é bom para todos, deixo de lado as questões partidárias.

Gramado News – Qual a sua avaliação sobre a atual administração municipal?

Manu – Tem muitos pontos para acertar, vejo esforço de alguns secretários, mas ainda não mostrou a que veio. Torço que alcancem suas metas e as expectativas da população e farei de tudo para ajudar no que for possível.

Gramado News – E a relação entre Executivo e Legislativo, como ocorrerá durante o seu mandato?

Manu – Da melhor maneira possível, com respeito e com toda a boa vontade e agilidade da minha parte.

Gramado News – Qual a sua expectativa para o ano de 2018 nos meios político municipal, estadual e federal?

Manu – Acredito que o povo está mais atento e escolherá com mais critério. Sou uma pessoa positiva, e acredito na renovação e nas pessoas de bem que estão na política. O eleitor precisa acompanhar seus representantes para escolher melhor.

Gramado News – A política está muito desgastada e desacreditada. Por que resolveu entrar para este meio?

Manu – Porque não sou uma pessoa de me omitir e ficar reclamando. Se queremos mudanças, temos que fazer acontecer. Como diz o Augusto Cury o “fantasma da crítica de assusta, mas onda omissão me assombra”.