Manu toma posse e diz que não admitirá desrespeito ao Legislativo

0
1134
Manu recebeu flores de Diva Masotti, primeira mulher a ocupar uma cadeira na Câmara de Vereadores em mais de seis décadas de emancipação de Gramado. (Foto: Lucinéia Menezes)


A noite de quarta-feira, 10 de janeiro de 2018, foi histórica para a política gramadense. Após 63 anos de predominância masculina, a Câmara de Vereadores empossou a sua primeira presidenta. A representante do Partido Republicano Brasileiro (PRB), a empresária Manu Caliari foi eleita por unanimidade para comandar o Legislativo gramadense.

Ela substitui Luia Barbacovi do Progressistas na liderança da Mesa Diretora. Rosi Ecker Schimitt será a vice-presidente pela segunda vez em sua trajetória política. Volnei da Saúde será o 1º secretário da Casa legislativa. Ele e Rosi também são do Progressistas. Éverton Mischaelsen (MDB) atuará como 2º secretário da Mesa.

Manu está no seu segundo mandato como vereadora, tendo sido eleita em 2012 com 890 votos quando concorreu pela primeira vez a vereança. Em 2016, na sua segunda eleição proporcional, a parlamentar recebeu 799 confirmações na urna eletrônica.

A cerimônia de posse de Manu e demais integrantes da Mesa Diretora do Legislativo foi prestigiada por várias autoridades municipais, estaduais e federais., de diferentes poderes como Executivo e Judiciário. O Plenário Júlio Floriano Petersen ficou completamente lotado por convidados e agentes políticos.

A primeira vereadora eleita em Gramado, Diva Masotti, 82 anos, eleita em 1972 pelo extinto Arena entregou flores e desejou bom trabalho à Manu. “Tenho que agradecer aos meus colegas pela confiança, contem comigo, esta será uma presidência aberta e vocês tem toda a liberdade para ajudar a construir,” declarou Manu.

Em 2018, Mesa Diretora será formada por Manu Caliari,Rosi Ecker Schimitt, Volnei da Saúde e Éverton Michaelsen

“Mexeu com um, mexeu com todos,” afirma vereadora

“Destaco a importância da presença do Judiciário e do Executivo e enfatizo que vamos continuar trabalhando com muito respeito aos poderes, fazendo o nosso melhor com agilidade, colocando toda a nossa disposição e conhecimento em favor dos projetos, mas enfatizo que nós não vamos tolerar desrespeito a esse poder, cada vereador aqui tem que ser respeitado, independente da sua ideologia, do seu partido, da sua posição social e filosófica, cada vereador aqui, representa uma parcela e o total da comunidade, e eu como presidente vou assumir cada um deles como um todo, mexeu com um, mexeu com todos. Nós somos um, é muito importante essa união se sobreponha a questões de partido, a questões secundárias. Gramado é mais importante, as pessoas são mais importantes, a vida das pessoas, a felicidade das pessoas é mais importante”, disse ela.

Manju é a primeira mulher eleita para assumir a Presidência da Câmara

 Luia despediu-se da Presidência

O ex-presidente Luia Barbacovi em seu pronunciamento relatou um pouco do trabalho realizado pela Mesa em 2017 e início de 2018 e de sua história na política. “Eu, talvez a um ano e meio atrás, nem imaginava ser vereador, o destino acabou me colocando como candidato, me elegendo e depois da eleição muito menos ser presidente nessa Casa, mas fui convidado por um grupo de vereadores, acabei aceitando e confesso que foi uma experiência muito bacana. Minha vida na área pública sempre foi no Executivo e realmente o Legislativo é uma coisa que eu diria assim, seria quase que obrigatório para quem vai para o Executivo passar pelo Legislativo. E eu fiz o inverso e eu acho que realmente para entender o funcionamento do município é muito importante conhecer o Legislativo para entender o Executivo, e vice-versa”, declarou Luia.

Luia Barbacovi comandou o parlamento municipal em 2017. (Fotos: Lucinéia Menezes)