Lugano inaugura loja na China

0
2670
A loja tem por objetivo comercializar produtos com distribuidores e não com o consumidor final. Foto: Divulgação/Lugano


A Chocolate Lugano, de Gramado, acaba de inaugurar sua primeira loja na China. Fica em Schenzhen, a primeira cidade chinesa planejada, e que possui uma população de 14 milhões de habitantes. É a primeira unidade da marca fora do Brasil, e o espaço foi projetado pela arquiteta gaúcha Pollyana Pizutti.

A loja da Lugano fica no China Food City, um shopping especializado em produtos não chineses, com 550 mil metros quadrados, e onde estão marcas de 70 países. Em uma área de 350 metros quadrados, a loja tem por objetivo comercializar produtos com distribuidores e não com o consumidor final. Inicialmente, são 14 tipos de chocolates e licores de chocolate que são enviados para a China em contêineres refrigerados, além de cervejas da Rasen produzidas por outra empresa do grupo gramadense.

Segundo o diretor da Lugano, Guilherme Schwingel Luz, a empresa projeta faturar US$ 1 milhão com a primeira loja na China em 2018. Ele afirma que já há interesse de empresários chineses em instalar uma outra loja da Lugano em Schenzhen, além de outras três em Shangai.

Sobre o Chocolate Lugano

Fundado no ano de 1976 em Gramado, o Chocolate Caseiro Lugano tem seu nome inspirado na cidade suíça de mesmo nome, localizada na fronteira com a Itália. Sua linha de produtos conta com mais de 300 itens, entre diversos tipos de barras, bombons, trufas, drágeas, ovos de Páscoa, chocolates personalizados, além de uma linha saudável, com chocolates 70% cacau, diet, light e sem lactose. A filosofia corporativa da Lugano busca oferecer o melhor chocolate artesanal do Brasil, sinônimo de excelência em sua qualidade com paladar incomparável. Aliando a tradição do chocolate caseiro de Gramado com a pureza do cacau, a Lugano expressa um delicioso e autêntico sabor.