Indivíduo é preso por divulgar barreira policial nas redes sociais

0
885


Um morador do Bairro Várzea Grande, em Gramado, foi preso na manhã de terça-feira (09), após divulgar uma barreira policial realizada pela Brigada Militar na Avenida do Trabalhador. Após ser detido ele assumiu ter enviado as mensagens nos grupos de whatsapp, e disse que fez porque gostaria que outras pessoas também o avisassem de tal situação.

Capitão Lemartine Venzo, comandante da Brigada Militar de Gramado, relata que muitas pessoas tem esse pensamento de “apenas avisar” outras pessoas para que evitem a abordagem, mas ressalta que tal atitudes prejudicam não só o trabalho da Brigada Militar, mas principalmente a própria comunidade: “Da mesma forma que muitas pessoas de bem podem se aproveitar da informação para desviar da ação, criminosos com drogas, armas, carros furtados, foragidos, entre outros ilícitos, também poderão evitar essa abordagem. Ou ainda pior, pode fazer com que um amigo ou familiar que tenha sido vítima de algum crime seja afetado, facilitando a fuga do autor.”

O oficial reforça que a ideia da barreira não é prejudicar os moradores, muito pelo contrário: “Sabemos da rotina do dia a dia, todos tem seus trabalhos e precisam deslocar de um lado para o outro, mas todos precisam entender da importância da presença da viatura no bairro, na barreira, no policiamento. Queremos é garantir a segurança da população, prevenindo e combatendo o crime, o tráfico de drogas e demais fatos que prejudicam nossa sociedade”.

A informação da mensagem chegou à Brigada Militar através de uma denúncia anônima, via 190. O autor de 46 anos, que possui antecedente por embriaguez ao volante e apropriação indébita foi preso e conduzido a delegacia.