Inaugurado mais um curso na UAB

0
896
Alguns alunos da turma de Formação de Professores para Educação Profissional. Foto: Manuela Teixeira.


O polo da Universidade Aberta do Brasil (UAB) continua abrindo novas oportunidades para a comunidade de Gramado e da região. Neste final semana, teve início a Formação de Professores para Educação Profissional, pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Com duração de um ano e meio, a capacitação é uma complementação à graduação e habilita os inscritos a dar aulas em cursos profissionalizantes, por exemplo. A aula inaugural ocorreu no último sábado (9), pela internet, e foi disponibilizada também pelo polo, que tem sede junto à Escola Municipal Dr. Carlos Nelz – CAIC, no bairro Moura.

Entre os 28 alunos inscritos no curso de formação, está o analista de marketing Jonas Ludcke de Souza, 29 anos. Formado em Teologia pela UniFil e com pós-graduação em Marketing e Comunicação pela Universidade São Luis, Jonas viu a chance de aumentar a sua capacitação profissional – ele também é instrutor de informática.

“Eu gosto muito de estudar e já vinha acompanhando há uns dois anos o sistema da Universidade Aberta do Brasil no país. Quando vi que esse polo chegou em Gramado fiquei muito feliz, pois as universidades parceiras são reconhecidas por sua qualidade”, conta o analista de marketing.

O ingresso de Jonas na UAB é também um retorno às origens: ele cursou o ensino fundamental na Escola Dr. Carlos Nelz – CAIC, onde hoje sua filha de sete anos estuda e a esposa dá aulas. Jonas também é filho de Antonio Claudio Gonçalves de Souza, 55, conhecido como Tonico, porteiro e “faz tudo” do polo da UAB. Foi ele quem recepcionou o filho na entrada da universidade, durante a aula inaugural. Na década de 90, Tonico era vice-presidente da associação do bairro, época em que a comunidade reivindicava um colégio para o Moura, e viu o CAIC ser implantado. Por tudo isso, trabalhar na universidade tem um gostinho especial para o morador.

“A escola veio, mudou de lugar (onde se encontra a atual sede) e hoje recebe uma universidade. Não tenho palavras para descrever como me sinto. A UAB é um divisor de águas para a educação de Gramado. Talvez as pessoas ainda não tenham entendido a importância de uma universidade de graça na cidade, mas com o tempo elas olharão diferente para este prédio”, destaca.