Importadores de 20 países vêm para feira de calçados em Gramado, em novembro

0
1145
Foto: Dinarci Borges.


Primeira feira de calçados presencial do ano terá vários sotaques e línguas diferentes transitando nos corredores do Serra Park, em Gramado/RS, nos dias 15, 16 e 17 de novembro, daqui a menos de 20 dias. Será a Zero Grau – Feira de Calçados e Acessórios, feira promovida pela Merkator Feiras e Eventos, que projeta o evento como o maior encontro setorial do ano com o olho em expandir tanto os negócios do final do ano como em movimentar as esteiras das fábricas no primeiro trimestre de 2022. Este movimento com importadores deve ser decisivo para o segmento nacional atingir o crescimento de 25,5% nas exportações ainda este ano sobre 2020, chegando a cerca de 117 milhões de pares embarcados para o exterior, conforme está planejado pelos industriais. “E tudo com obediência aos protocolos sanitários do Governo do Estado e da Prefeitura Municipal de Gramado”, diz o promotor Frederico Pletsch, que já traz na bagagem a experiência do ano passado quando a feira também foi realizada presencialmente, ainda com a pandemia do Coronavírus em índices mais elevados de transmissão. A feira terá 220 expositores com mais de 800 marcas.

Mercados que tradicionalmente são compradores dos calçados e acessórios brasileiros, como os sul-americanos que vêm da Bolívia, da Colômbia, da Argentina, do Peru, do Equador, do Paraguai e do Uruguai vão estar entre as delegações e devem ser maioria entre os estrangeiros presentes. “São mercados que conhecem profundamente as nossas marcas e têm identificação com os nossos produtos. O consumidor desses países já está fidelizado, e esses compradores vêm à feira para renovar os seus estoques”, explica o diretor da Merkator, Frederico Pletsch.

O desembarque internacional no Porto Alegre Airport receberá também visitantes vindos de países da América Central como Costa Rica, Porto Rico, Nicarágua, El Salvador, Panamá e República Dominicana, e da América do Norte, importadores dos USA. Da Ásia estão chegando compradores dos Emirados Árabes, Kuwait e Paquistão e da África, Egito e Líbia. Os portugueses são os representantes na feira do continente europeu. “Queremos que a Zero Grau cada vez mais seja uma vitrine do produto brasileiro para mundo, atraindo negócios em diferentes mercados e ampliando o alcance das nossas empresas. O objetivo é ampliar as relações das empresas brasileiras, além de reforçar laços já existentes”, reforça o diretor da Merkator. “Além disto, estamos felizes porque esta retomada de negociação mundial do setor, em terras brasileiras, está sendo realizada de forma presencial em nosso evento”, finaliza ele.

PARCEIROS QUE VISUALIZAM A NECESSIDADE DO MERCADO – Zero Grau conta com o apoio do Sindicato da Indústria de Calçados de Estância Velha, Sindicato da Indústria de Calçados de Ivoti, Sindicato da Indústria de Calçados de Igrejinha, Sindicato da Indústria de Calçados de Novo Hamburgo, Sindicato da Indústria de Calçados de Parobé, Sindicato da Indústria de Calçados de Sapiranga e Sindicato da Indústria de Calçados, Componentes para Calçados de Três Coroas.