Igreja São Pedro receberá iluminação permanente

0
1243
Até agora foram arrecadados para a obra R$ 250 mil. O custo total é de R$ 351 mil. Foto: Laura Silveira.


Um grupo de gramadenses está organizando uma campanha comunitária de arrecadação de recursos para que a Igreja Matriz São Pedro receba iluminação permanente durante os 365 dias do ano. O objetivo do projeto é deixar o templo iluminado durante todo ano e não só na época do Natal Luz.

Custo da obra

O custo total é de R$ 351 mil, e a previsão é de que até o final de novembro já seja possível ver a Igreja São Pedro iluminada, justamente no ano de seu centenário. “Faz um bom tempo que está sendo imaginado uma melhora na iluminação da Igreja Matriz”, afirma o pároco Celestino Fritzen, ao revelar que outros projetos haviam sido apresentados desde 2014, mas que não tiveram a aprovação definitiva.

Padre Celestino diz que esta não é uma obra que será bancada pela Igreja, mas sim por gramadenses e amigos de Gramado que querem valorizar ainda mais este ponto central da cidade. De acordo com avaliações do Trip Advisor é o ponto turístico não pago melhor avaliado de Gramado.

Até o momento, já foram arrecadados R$ 250 mil para o projeto de iluminação definitiva da Igreja São Pedro. Aqueles que desejarem participar da segunda etapa do projeto, devem procurar a Secretaria Paroquial. A administração dos recursos será feito pelo Conselho Administrativo da Paróquia, e a execução ficará a cargo da Prime Soluções Elétricas.

Projeto de iluminação

A construção da Igreja Matriz São Pedro de Gramado, foi inspirada no estilo arquitetônico romano. Foram cerca de 78 mil pedras basálticas, que foram extraídas de pedreiras próxima à cidade de Gramado, e foram arrastadas em zorras puxadas por bois. “A ideia de iluminação da igreja vem do estilo arquitetônico adotado na sua construção, o romano, o que caracteriza uma iluminação mais europeia e atemporal, com utilização de cores sóbrias, e variações de tonalidades de brancos para dar a sensação de elevação aos céus”, explica a arquiteta  Lighting Designer Emili Lazaretti, que em parceria com com a AEC Iluminações  fizeram o projeto de forma voluntária. “Com a iluminação, a igreja fica sempre inserida no ambiente urbano, destacando-se pela sobriedade que uma arquitetura eclesiástica exige, dando a sensação de segurança e proteção”, explica Emili.