Hospital de Canela está apto a atender casos de média complexidade de covid-19

0
520

O Hospital de Caridade de Canela (HCC) está apto a receber casos de média complexidade de covid-19. Apesar da situação financeira difícil, a comissão de intervenção do hospital adotou todas as recomendações técnicas da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde. Foram investidos aproximadamente R$ 1,3 milhão em melhorias. Além de R$ 423 mil oriundos de doações da comunidade, o HCC recebeu recursos da Prefeitura de Canela e do governo federal. O custeio mensal da estrutura de combate a covid-19, com máscaras, luvas, aventais, macacões impermeáveis e tenda, além de médico e funcionários exclusivos, aumentou aproximadamente R$ 100 mil.

Os investimentos possibilitaram a criação da estrutura necessária para atender a demanda de casos de Covid-19. Apesar de estar preparado para o pior, o HCC não possui nenhum paciente internado por conta do coronavírus. “Nosso hospital está preparado. Fizemos o que é preconizado pela OMS e Ministério da Saúde. Nos planejamos e imaginamos um quadro pior. No entanto, não tivemos problemas de falta de leitos e situações que não conseguíssemos atender. Nossa demanda, felizmente, é bem menor”, afirma a advogada Adriana Seibel, integrante da empresa responsável pela gestão hospitalar do HCC

Em preparação ao enfrentamento do novo coronavírus, a comissão de intervenção fez mudanças estruturais para realizar atendimentos em separado. Além da tenda, foram implantados dois leitos covid-19 na ala de urgência e emergência do HCC. Também foi preparada mais uma ala com oito leitos para tratar pacientes infectados com coronavírus. Em função do alto risco de contágio, o paciente covid não pode ficar junto com outros pacientes.

O HCC também investiu na compra de dois respiradores e, atualmente, conta com seis aparelhos. O número, segundo a comissão interventora, é suficiente para atender a demanda. “Não adianta investirmos na compra de mais respiradores. É uma questão de compromisso com os recursos e de solidariedade com outros municípios. O Ministério da Saúde requisitou o controle sobre a destinação dos aparelhos. O objetivo é evitar que equipamentos sejam comprados sem necessidade e acabem ficando sem uso, para evitar que faltem em alguns locais e sobrem em outros. Em Canela, não temos falta de respiradores”, explica Adriana.

Para abastecer os respiradores, redes de oxigênio foram puxadas paras os espaços reservados aos atendimentos de covid-19. Novas camas hospitalares foram adquiridas e também comprados testes rápidos pela Prefeitura de Canela. O hospital também conta com um aparelho de eletrocardiograma portátil.

Os investimentos incluem, ainda, a aquisição de aparelhos de Raio-X, ecografia e de tomografia, além de melhorias nas salas onde estão instalados os equipamentos. Com apoio da comunidade e da Prefeitura de Canela, foi adquirido ao custo de R$ 798 mil um tomógrafo. “O aparelho é tão importante quanto os respiradores na luta contra o coronavírus. Com o aparelho de tomografia, é possível fazer o diagnóstico precoce de covid-19. Quanto antes o diagnóstico, mais fácil é o tratamento. É o exame padrão ouro para a covid. Em breve, iremos concluir a instalação”, afirma o interventor do HCC, Luiz Cláudio da Silva.

INVESTIMENTOS REALIZADOS

– Aquisição de aparelho de Raio-X e adequação da sala para instalação

– Aquisição de aparelho de ecografia

– Aquisição de aparelho de tomografia e adequação da sala

– Preparação de espaço exclusivo para pacientes Covid-19

– Aquisição de respiradores

– Reforma e revisão geral de respiradores

– Aquisição de testes rápidos

– Aquisição de aparelho de ecografia móvel