Gramado terá Dia Municipal da Bíblia

0
2874
A proposta é de autoria da vereadora Manu da Costa. Foto: Câmara de Vereadores.


A proposta de autoria da vereadora Manu da Costa que instituí o Dia Municipal da Bíblia no Município de Gramado foi aprovado na sessão ordinária de ontem (17). Desta forma, a partir de 2019 o segundo domingo do mês de dezembro, mesma data em que já é comemorada nacionalmente, será celebrado o Dia da Bíblia em Gramado.

A Bíblia é um livro singular, não apenas por ter séculos de história, mas por ser considerada, sobretudo pelo povo cristão, como a revelação de Deus aos homens. O termo “Bíblia” é uma derivação da palavra grega Biblós (livros); cuja origem é atribuída a cidade fenícia de Biblos, uma das mais importantes produtoras de papiros do mundo antigo. O termo “testamento”, inicialmente, foi usado ao longo do século II d.C., sob o pretexto de diferenciar a Bíblia Judaica da Bíblia Cristã; o termo em grego, diatheke, denota o sentido de pacto, concerto ou aliança e uma vez que os 66 livros foram aceitos, não ocorreram novas discussões quanto a legitimidade dos livros que a compõem.

Celebrado no segundo domingo de dezembro, o Dia da Bíblia foi criado em 1549, na Grã-Bretanha pelo Bispo Cranmer, que incluiu a data no livro de orações do Rei Eduardo VI. O Dia da Bíblia é um dia especial e foi criado para que a população intercedesse em favor da leitura da Bíblia. No Brasil, a data começou a ser celebrada em 1850, quando chegaram da Europa e EUA os primeiros missionários cristãos evangélicos. Porém, a primeira manifestação pública aconteceu quando foi fundada a Sociedade Bíblica do Brasil, em 1948, no Monumento do Ipiranga, em São Paulo (SP).

E, graças ao trabalho de divulgação das Escrituras Sagradas, desempenhado pela entidade, o Dia da Bíblia passou a ser comemorado não só no segundo domingo de dezembro, mas também ao longo de toda a semana que antecede a data. Desde dezembro de 2001, essa comemoração tão especial passou a integrar o calendário oficial do país, graças à lei Federal 10.335, que institui a celebração do Dia da Bíblia em todo o território nacional.

Hoje, as celebrações se intensificaram e diversificaram. Realizações de cultos, carreatas, shows, maratonas de leitura bíblica, exposições bíblicas, construção de monumentos à Bíblia e distribuição maciça de Escrituras são algumas das formas que os cristãos encontraram de agradecer a Deus por esse alimento para a vida.