Gramado realiza I Fórum Municipal de Prevenção e Atenção às Drogas

0
1105
Presidente do Comad de Gramado, Fabio Watzlawick foi um dos palestrantes do evento. (Fotos? Milena Dallarosa)


Na última terça-feira, 26 de junho, o I Fórum Municipal de Atenção e Prevenção às Drogas reuniu mais de 100 participantes em Gramado para discutir as políticas públicas de prevenção ao uso do álcool e das drogas. A primeira edição do Fórum foi organizada pelo Conselho Municipal Antidrogas (Comad), com apoio da Prefeitura e da Secretaria da Saúde, e ocorreu no Teatro Elisabeth Rosenfeld.

Entre os palestrantes que abordaram o tema do evento, estavam Rodrigo Vasconcelos, psicólogo da instituição Desafio Jovem, e o presidente do Comad de Três Coroas, o médico psiquiatra João Alberto Slongo Martins, que ministraram sobre “A Psicologia e o Uso de Drogas” e “Programas de Prevenção na Adolescência”, respectivamente.
Outros assuntos debatidos foram “Programas de Recuperação em Comunidade Terapêuticas”, com a cientista social Priscila Farfan, e “Espiritualidade e Dependência Química”, com José Alves, pastor da Assembleia de Deus, escritor e coach.

Também estavam presentes o prefeito Fedoca Bertolucci (PDT), o secretário da Saúde, João Teixeira (MDB), a secretaria da Assistência Social, Ana Maria Lovatto Sartori (MDB), vereadores, representantes da Brigada Militar, profissionais da Assistência Social, do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), do programa Força Jovem do Cras da Várzea Grande, adolescentes que integram a Pastoral do Menor Adolescente – PAMA, acolhidos do Centro de Reabilitação Emanuel Região das Hortênsias – CRERH e da Comunidade Terapêutica Vale a Pena Viver, e representantes das Igrejas Batista, Assembleia de Deus e Católica.

O presidente do Comad de Gramado, Fabiano Watzlawick, comentou que o Fórum vem justamente para ampliar as ações de prevenção ao uso de álcool e das drogas e que a realização desta primeira edição é uma conquista para o município. “Temos sugestões para a continuidade de ações de prevenção e nas próximas reuniões do Conselho vamos deliberar sobre estas questões. Para nós, o Fórum foi um grande passo e foi um sucesso”, avalia.

Os próximos passos serão a capacitação de profissionais na área da saúde, educação e assistência social e a organização de atividades de prevenção voltadas para as famílias.

Medico psiquiatra, João Alberto Slongo Martins falou sobre malefícios do uso de drogas.