Gramado prepara profissionais para humanização de partos

0
1084
Capacitação sobre pré-natal baseado em evidências, ministrado pela enfermeira obstétrica e idealizadora do projeto Humaniza Gramado, Vanessa Fuhrmeister Cândido. Foto: Carlos Borges


Buscando valorizar e reconhecer o trabalho dos profissionais de enfermagem e preparar todas as unidades de saúde de Gramado a realizarem o acolhimento e as consultas das gestantes, o Gabinete da Primeira-Dama dá continuidade ao projeto Humaniza Gramado, ofertando capacitações aos profissionais da Atenção Básica do município.

O primeiro tema dentro de um ciclo de três encontros foi o pré-natal baseado em evidências, ministrado pela enfermeira obstétrica e idealizadora do projeto, Vanessa Fuhrmeister Candido, e pela ginecologista e obstetra Marjorie Manente. A capacitação ocorreu no dia 2 de julho, no Centro Municipal de Saúde (Postão).

“O pré-natal de enfermagem tem foco na orientação das futuras mamães e valorização dos profissionais, além disso, buscamos organizar o serviço conjuntamente e criar políticas para melhorarmos a nossa atenção à gestante. As orientações são baseadas nas últimas evidências científicas e boas práticas obstétricas, buscando o incentivo ao parto normal e humanização do parto”, comenta Vanessa.

No dia 9 de julho, um novo encontro abordou as boas práticas para realização de um parto mais humanizado e, nesta segunda-feira (16), foi trabalhada toda parte clínica do pré-natal, exames, encaminhamento para alto risco, prescrição de vitaminas, entre outros temas relacionados. No total, mais de 50 profissionais passarão pelas capacitações, entre enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem e recepcionistas das Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

“O Projeto Humaniza Gramado veio para que o pré-natal aconteça de uma forma mais eficiente e humanizada, onde nós, como equipe, iremos orientar de forma adequada e objetiva a paciente sobre os benefícios do parto normal para a mãe e para o bebê, esclarecendo alguns mitos que ainda existem”, comenta a enfermeira da Estratégia Saúde da Família (ESF) Nailor Balzaretti, no Pórtico II, Rosangela Mossmann.

A enfermeira da UBS Várzea Grande, Carla Rolão, salienta que o período gestacional é uma fase bastante importante na vida da mulher e é fundamental, pois também é o início do ciclo de vida de uma pessoa. “Como enfermeira e profissional da saúde, creio que podemos contribuir bastante para o atendimento das mulheres gestas pelo SUS, potencializando e até melhorando o atendimento que já é prestado, além de trazer informações e poder dar autonomia de forma mais consciente, para que a mulher faça escolhas mais adequadas com relação aos cuidados que se precisa nessa fase. Além da capacitação ofertada, que renova os nossos conhecimentos e atualiza acerca dos cuidados referentes ao pré-natal, a partir disso podemos apoiar o parto normal/humanizado, na tentativa de reduzir os índices de cirurgias cesáreas que são feitas desnecessariamente também em nosso município”, completa.

Em maio, durante a semana da enfermagem, o Gabinete da Primeira-Dama trouxe para Gramado uma equipe multidisciplinar do Hospital Conceição de Porto Alegre, que é referência no assunto no Estado, e que em 2004 iniciou a sensibilização com toda a equipe da linha de cuidado. Porém, somente em 2017, eles conseguiram modificar a ambiência com a reforma do centro obstétrico, o que qualificou o trabalho.

Atualmente, o Hospital Conceição realiza 280 partos normais por mês, correspondendo a 64% dos partos realizados na instituição. Em Gramado, somente 15% são normais.