Gramado conta com força-tarefa para vacinar moradores do interior

0
1162
Morador da Várzea Grande, Sergio Cilivio Schell se imunizou contra a gripe durante o Dia D. Foto: Marlova Martin.


Para facilitar o acesso das comunidades do interior às vacinas, imunizar os grupos prioritários contra influenza (gripe) e colocar em dia a carteira de vacinação de crianças, adolescentes, adultos e idosos, neste sábado (19), das 8h às 11h30min, equipes da secretaria da Saúde de Gramado estarão em seis locais da área rural do município.

As doses oferecidas para atualização serão as seguintes:

– Para crianças: todas as do calendário de vacinação, exceto BCG
– Para adolescentes: HPV e Meningocócica C
– Para adultos, dependendo da faixa etária e histórico vacinal: febre amarela, tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola), hepatite B, tétano e difteria (Crupe)
– Gestantes: DTPa, tétano e hepatite B

A secretaria da Saúde lembra que é necessário levar documento com foto, cartão do Sistema Único de Saúde (SUS) e carteira de vacinação.

 SERVIÇO

FORÇA-TAREFA DE VACINAÇÃO

Sábado, 19 de maio

Das 8h às 11h30min

Confira as comunidades e locais:

Linha Marcondes e Araripe
Local: Sociedade Reunidas (Marcondes)

Linha Tapera e Renânia
Local: Pavilhão da Igreja Santo Antônio (Tapera)

Quilombo, Carahá, Linha 28 e Morro do Arame
Local: Pavilhão da Igreja São Miguel (Quilombo)
*Excepcionalmente neste local será das 8h30 às 11h, com a Interiorização da Saúde

Serra Grande e Linha Hörlle
Local: Sociedade Independente (Estrada Serra Grande)

Linha Bonita, Nova e São Roque
Local: Sociedade Linha Bonita

Furna, Linha 15 e Pedras Brancas
Local: Sociedade União (Furna)

No sábado (26), as comunidades do Moreira e Caboclo vão receber a força-tarefa da vacinação no Instituto Santíssima Trindade.

Campanha de vacinação contra a gripe segue até dia 1º de junho

A meta da Secretaria da Saúde é de, até o final da campanha, vacinar todas as pessoas dos grupos prioritários contra a gripe. O público-alvo são idosos (a partir de 60 anos), crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), profissionais da saúde, professores das escolas públicas e privadas, povos indígenas, grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais. Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional também integram o grupo de risco.

Até o meio-dia desta quinta-feira (17), 6.298 pessoas tinham sido imunizadas, ou seja, 75% do público-alvo. Apesar do índice geral ser positivo, ainda faltam 1.004 crianças do grupo prioritário receberem a dose, já que somente 50% foram vacinadas.