Gramado: atividades do projeto Todo Dia Tem Arte serão retomadas em novembro

0
414
Foto: Divulgação


O grupo Daiene Cliquet Artes retomará as ações do edital “Todo Dia Tem Arte”, contemplado pela Prefeitura de Gramado. As atividades estavam previstas para ocorrerem em abril desde ano, mas por serem ações presenciais em escolas do município e no Cras, em função da pandemia, foram suspensas. 

Com isso, a partir de novembro, o projeto volta a tomar forma e terá adaptações conforme sugestões do grupo e aprovação da Secretaria Municipal da Cultura, para esse período de distanciamento social.

De acordo com Cesar Cliquet, esse novo formato levará o teatro de bonecos e teatro lambe-lambe, favorecendo o fortalecimento da cadeia produtiva de cultura até os bairros mais distantes, incluindo áreas rurais.

Além disso, oficinas de percepção da natureza com o artista plástico Jorge Hermann, e 10 modalidades de técnicas relacionadas ao artesanato serão ofertadas. As oficinas serão compostas por uma grade com mais de 20 aulas, associadas à costura e pintura, trabalhando decoração para datas como Páscoa e Natal. 

Como funcionará

Todas as atividades serão gravadas e disponibilizadas nos canais do Youtube e Facebook do grupo Daiene Cliquet Artes. Os proponentes também vão possibilitar consultas por e-mail, e aulas on-line por plataformas como o ZOOM, ou mesmo pelo Whatsapp. “Sabemos que nem todas as pessoas têm acesso fácil à internet e, pensando nisso, vamos entregar em todas as escolas e instituições contempladas o material gravado para posterior consulta no caso das aulas ou, simplesmente, como atividade cultural, no caso das apresentações de contação de histórias e teatro de bonecos, material este que poderá ser sempre consultado”, explica Daiene.

Para facilitar o aprendizado, em todas as aulas de artesanato serão disponibilizados moldes em papel. Ao todo, os alunos terão mais de 400 kits com o material necessário para que não tenham qualquer custo. “O objetivo é fomentar a economia criativa, ainda mais nestes tempos de desemprego, onde aprender uma arte, uma técnica, pode fazer a diferença na vida de muitas famílias”, pontua Cliquet.