Gramado apresenta redução no número de moradores hospitalizados pela Covid-19

0
480


Semana inicia com diminuição da taxa de ocupação em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e clínicos do Hospital Arcanjo São Miguel (HASM). A Prefeitura de Gramado, por meio do Gabinete de Crise da Covid-19, acompanha em tempo real os dados de internações e altas hospitalares. Nesta segunda-feira (12), Gramado apresenta um dos melhores cenários epidemiológicos das últimas semanas, apenas quatro moradores estão internados, sendo dois na UTI e dois na enfermaria especializada.

Dados da Secretaria Estadual da Saúde (SES/RS) apontam que dos 18 leitos disponíveis, 12 estão ocupados, porém o levantamento considera todas as comorbidades e não somente o coronavírus (Covid-19). A taxa de ocupação é de 66,7%. Segundo informações, apenas um morador está entubado, necessitando de auxílio na respiração, porém não se trata de um paciente com coronavírus. Hoje, nenhum paciente com a doença está entubado.

As informações presentes no texto são referentes ao final de semana com última atualização às 8h desta segunda-feira.

Confira o Cenário da Macrorregião Serra

– Queda de 20% na ocupação dos leitos de UTI Covid nos últimos 14 dias.

– Aumento de 33% na quantidade de leitos livres de UTI nos últimos 7 dias.

– Queda de 5% nas internações em leito clínico nos últimos 7 dias.

– 12 hospitais com leitos de UTI, 4 diminuíram os leitos livres nos últimos 7 dias e apenas 1 opera com capacidade acima de 100%.

– Queda nas novas entradas em UTI no período de 7 dias a partir de meados de junho.

– Estabilidade no número de contaminados nos últimos 7 dias.

– Queda na média móvel de óbitos em julho. Mesmo na cobertura vacinal, 55% dos óbitos de julho tem 60+.

– A faixa etária de 60+ representa 30% das hospitalizações em UTI nos meses de maio e junho, A faixa etária 50-59 anos representa 31%, sendo que estes já receberam cobertura vacinal no mês de junho, a previsão é de novos períodos com redução nas hospitalizações em UTI.

– A serra tem a 7ª menor proporção das 21 regiões, 17,2% de vacinados com 2° dose.

– 57% dos leitos de UTI na serra tem ocupação Covid-19. 3° maior índice das 7 macrorregiões de saúde.