Ginásio da Vila Olímpica da Várzea Grande é inaugurado

0
801


Em cerimônia realizada no final da manhã desta quinta-feira, dia 18, ocorreu a cerimônia de inauguração do Ginásio Poliesportivo que integra o Complexo de Esportes e Lazer da Vila Olímpica da Várzea Grande. O espaço é destinado à prática de esportes como futsal, voleibol, handebol, basquete e uma quadra de futebol society, a primeira pertencente ao município.

O ginásio teve suas obras iniciadas em 2012 com objetivo de receber uma seleção para Copa do Mundo de 2014. No entanto, teve sua construção atrasada em decorrência de sucessivos problemas envolvendo as empresas licitadas para executar a obra, além de notificações da Controladoria Geral da União – CGU.

O ginásio vai beneficiar toda a comunidade gramadense para a prática esportiva, além de sediar eventos nacionais e internacionais de grande porte. A obra conta com recursos federais e municipais. O valor total investido na obra é de R$ 10.255.811,64, sendo R$ 5.490.000,00 provenientes de recurso federal e R$ 4.765.811,64 pagos pelo Executivo gramadense.

PRESENÇAS

A solenidade promovida pela Secretaria Municipal de Esporte e Lazer foi cercada de cuidados relacionados à pandemia de coronavírus, e teve as presenças do prefeito, Fedoca Bertolucci; do ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni; presidente da Câmara de Vereadores de Gramado, Rosi Ecker Schmitt; secretário municipal de Esporte e Lazer, Jacó Schaumloeffel; secretário estadual de Esportes, Francisco Vargas; Nestor Tissot, prefeito eleito; o major André Lima da Silva, comandante do 1º BPAT; delegado regional de Polícia, Heliomar Franco; e o presidente da Associação de Moradores Vale das Montanhas, Dirlei Swaizer.

VALORIZAR AS PESSOAS

O secretário de Esportes e Lazer, Jacó Schaumloeffel, disse que a obra deixa Gramado numa condição única no Estado, considerando a estrutura do ginásio e do seu entorno (campo de futebol, quadra de basquete, pista de skate, playground, etc.). “Aqui são duas quadras poliesportivas de tamanho 20×40, que muitas cidades grandes não possuem”, afirmou, agradecendo o apoio que recebeu do prefeito, da equipe do Esporte e de colaboradores de outras Secretarias.

O prefeito Fedoca disse que “nessa obra encontramos um obstáculo bárbaro, com a decisão da antiga Corregedoria Geral da União, cancelando o financiamento da obra. Ela se encontrava 56% já executada, mas houve problemas com dois financiamentos, um para o ginásio e outro para o entorno. Conseguimos demover a CGU e aportamos recursos públicos municipais”. Ele demonstrou satisfação em saber que “uma obra como esta serviria como incentivo ao esporte. A gente sabe que crianças bem ocupadas serão o orgulho que a gente espera dessa geração”.

O ministro Onyx lembrou que o governo federal tem se pautado na conclusão de obras inacabadas de governos anteriores. “Quando olho uma obra como esta, lembro que mais relevante que uma construção física, é construir pessoas. E este é o espaço que podemos encontrar o atleta de alto rendimento, que podem nos representar em competições nacionais e internacionais, mas vamos construir campeões da vida”, comentou