Gerente do tráfico que trabalhava para facção criminosa e casal de comparsas foram presos

0
5439
Operação recolheu drogas, telefones celulares e a contabilidade do tráfico. (Fotos: Polícia Civil)


Alvo de uma criteriosa investigação desenvolvida pela DP de Gramado, o homem que conforme a Polícia Civil era o principal gerente do varejo das drogas no município, foi preso em flagrante na noite de segunda-feira, 21 de maio. Uma operação que mobilizou efetivos das DPs Regional, de Canela e de Gramado foi desencadeada para o cumprimento de uma ordem judicial de busca e apreensão. Dois endereços na Várzea Grande/Vila do Sol foram vasculhados durante a investida policial. A identidade do gerente do tráfico não foi revelada pela Polícia para não prejudicar o andamento das investigações.

Na casa dele foram recolhidos porções de crack e cocaína, uma balança de precisão, caderno com anotações do tráfico, smartphones, uma munição (calibre 22) dentre outros objetos relacionados à atividade criminosa. Na residência também estava um usuário que após prestar esclarecimentos na DP foi liberado.

Armazenamento dos entorpecentes

No outro imóvel onde foram feitas buscas os agentes encontraram 111 pinos contendo cocaína, uma pedra grande de crack, que conforme cálculko da Polícia Civil renderia ao menos 300 pedras, diversos tijolos e lascas de maconha fracionados para venda, caderno e folhas contendo a contabilidade do comércio dos entorpecentes, smartphones, uma réplica de pistola, dinheiro e apetrechos para preparo e acondicionamento da droga. Com isso, um dos principais colaboradores do gerente também recebeu voz de prisão em flagrante.

A Polícia Civil descobriu que ele era responsável por armazenar, fracionar e vender drogas no varejo, agindo sob as ordens da liderança presa na outra casa. Também foi presa a mulher deste investigado, que auxiliava no tráfico.

Após meses de investigações e monitoramento, a Polícia apurou que o gerente trabalhava para facção criminosa com base na Região Metropolitana, de Porto Alegre. O grupo tenta que dominar a venda de drogas em Gramado, muitas vezes agindo com extrema violência, o que fez disparar os homicídios consumados e tentados na cidade desde o início de ano.

Gerente que trabalhava para facção criminosa e casal que auxiliava no tráfico foram recolhidos ao sistema prisional.

Distribuição e cobranças de dívidas

De acordo com o delegado Gustavo Barcellos, o gerente do tráfico preso ontem era o responsável pela distribuição de drogas, cobranças de dívidas e outras tarefas relacionadas à organização criminosa, sendo que seu comparsa preso tinha funções importantes para o êxito da atividade, contando com auxílio da companheira.

“Agiam em típica divisão de tarefas e cadeia de comando bem definida. O gerente preso ainda é investigado por envolvimento em homicídios consumados e tentados ocorridos em Gramado e região. Os demais gerentes da facção se encontram presos a partir de operações de repressão qualificada desenvolvidas pela Polícia Civil, sendo as prisões de ontem duro golpe para a facção,” avalia Barcellos.

Segundo a autoridade policial, a prisão do gerente foi a principal realizada em 2018 pela DP de Gramado. Após os procedimentos legais, o trio foi recolhido ao sistema prisional.