Frutos da recompensa

0
655


Ganhar ou perder faz parte da natureza humana. As situações da vida colocam o Homem diante das suas maiores limitações. Não se pode dizer “este é o mais corajoso”. Coragem é uma palavra muito forte.

Designa perseverança. É um fruto de hombridade. Muitos exemplos de coragem são as famílias. Tê-la é uma tarefa árdua.

Exige vida, ânimo. Faz-se necessário conquista-la. Mas, apesar de todas essas belíssimas teses, há uma simples antítese vigente: coragem se limita a prudência. Ter prudência é sensatez. É evitar se expor ao perigo. Um fruto a ser conquistado; assim como a coragem.

Por conseguinte, são frutos providos de atos heróicos. Atos que condizem ao bom convívio social. Desde um saudoso cumprimento, desde um “auxílio” ao mais célebre ato heróico: doar-se ao próximo. São frutos da recompensa. Pois, somente quem os praticou receberá em troca sua gentileza.