Feira do Livro: Último final de semana traz diversas atrações

0
1096
Escolas municipais levam os alunos para prestigiar a Feira, na Rua Coberta. Foto: Laura Silveira.


Ainda dá tempo de curtir as atrações culturais e visitar as bancas da 22ª Feira do Livro de Gramado. Em seus últimos dias, o evento traz atrações para todos os gostos e tipos de público. Até domingo, a Rua Coberta receberá bate-papos, sessões de autógrafos e espetáculos culturais que valorizam o universo literário.

Já na sexta-feira (22), a Kombina e a Kombi Koringa farão a diversão da garotada durante o dia inteiro na Rua Coberta. Às 18h, um bate-papo e sessão de autógrafos com Tainá Crisóstomo e Dayane Alencar, do Projeto Flanerie, no Espaço do Escritor, são a pedida para iniciar o final de semana. Em seguida, às 18h30min, inicia a apresentação musical da cantora mirim Johanna Martins.

No sábado (23), às 10h30min, ocorre o Show de Mágicas Interativo com o mágico e escritor Franco do Vale. Às 16h30min, o patrono Leonid Streliaev, que protagonizou diversas ações durante a semana, volta em cena com um bate-papo e sessão de autógrafos. Às 19h, a Orquestra de Violões de Gramado encerra a programação do dia.

O último dia de feira, domingo (24), conta com a dança coreografada com o Grupo Pura Energia, às 13h30min, seguida da apresentação artística “Raízes no Tempo” com o Grupo Bocalis, às 15h. A Orquestra Sinfônica de Gramado encerra as atividades às 18h.

Quem já passou pela Feira gostou do que viu. As alunas do 6º ano A do Colégio Estadual Santos Dumond curtiram as atividades da Rua Coberta. “Este ano está muito mais legal, a programação está mais diversificada. Adoramos a novidade da maquiagem artística”, disseram as meninas.

O Secretário da Cultura, Allan John Lino, enfatiza que o sucesso desta edição da Feira também se dá por conta da organização. Segundo ele, os preparativos para o evento começaram a acontecer com mais de cinco meses de antecedência e, sendo assim, conseguiram muitas parcerias para ter êxito no evento: “A participação da comunidade, dos visitantes, dos apoiadores e dos artistas que compunham o quadro da programação foi muito importante e superou as nossas expectativas. Além disso, a estrutura atendeu muito bem a demanda e tudo isso faz com que a Feira tenha uma projeção estadual. Só através da leitura, da comunhão de diversidades, do pensamento positivo através da cultura, a gente realmente consegue fazer uma sociedade transformadora”, enfatiza o responsável pela pasta.

A Feira do Livro é organizada pela Prefeitura de Gramado, por meio da Secretaria da Cultura e conta com o patrocínio do Banrisul, parceria master do SESC Gramado e como parceiros UCS – Região das Hortênsias, UNOPAR, Shopping da Construção Gramado, Hortênsias – Água Mineral Natural, Gottschalk – Floricultura e Paisagismo, Restaurante Bella Gramado, Sinoscar, Villa Bertti, Sindmóbil, Restaurante Linha Bella, Pousada Xixo Escultura, Restaurante Pouso Novo, Matería Capitão Rodrigo, Bazar e Papelaria Arco-Íris e Gramadotur.

Livreiros elogiam Feira

A Feira do Livro de Gramado é também um espaço para a comunidade conferir os lançamentos literários, visitar as bancas e apreciar os livros das mais diferentes temáticas. Entre os livreiros, a feira só recebeu elogios. “É muito gratificante, já conheci pessoas de 15 estados diferentes e os gramadenses apreciam muito a leitura. Superou as expectativas”, falou Leandro Moreira.
Rogério Luiz Pereira, de Canoas, participa pela quinta vez da Feira do Livro de Gramado. “Sempre volto pois a cidade é acolhedora, a feira bem organizada e tem muito fluxo de turistas. As vendas estão sendo boas”, destacou. Entre os livros mais vendidos, estão 15 Vidas Passadas, de Amália Domingo Soler.

Durante a semana, programação divertiu crianças, jovens e adultos

Durante a semana, a programação dividiu-se entre a Rua Coberta e as atividades descentralizadas no Centro de Cultura da Várzea Grande, na Biblioteca Pública e escolas da rede de ensino.

Um dos espetáculos que fez a alegria da garotada na semana, na Rua Coberta, contou a história das três letras estrangeiras “K,” “W” e “Y”. Elas sofrem bullying das vogais, que a consideram não importantes no alfabeto. O espetáculo é da Cia Lisi Berti. Entre os personagens, estão o Sr. Aurélio e a Dra. Gramática, que ajudam as letrinhas a descobrirem suas funções.

O palco cultural da Rua Coberta recebeu também o Mágico Franco do Vale, de Criciúma. Franco, que também é autor de seis livros de mágica e um de histórias infantis, participou pela quinta vez da Feira do Livro de Gramado.

No Centro de Cultura da Várzea Grande, a história de Pedro e o Lobo ganhou vida através da música, com o Austro Quinteto de Sopros e pela Cia de Teatro Arte Consciência, com narração de Francilene Blazina. No musical, cada personagem da história é representado por um instrumento diferente, sendo o lobo pela trompa, o avô pelo fagote, o pato pelo oboé, o gato pelo clarinete, o passarinho pela flauta transversal, Pedro pelo quinteto e os caçadores pelos instrumentos de percussão.

Ações do patrono com os estudantes

Uma das ações mais esperadas foi a saída de campo com o patrono Leonid Streliaev. Uma delas ocorreu na tarde de quarta-feira (6), com o 8º ano A do Colégio Estadual Santos Dumond, na Praça Major Nicoletti. Guardar imagens como lembranças para o futuro foi uma das recomendações de Leonid para os estudantes. Na oficina, Streliaev contou como iniciou na fotografia, um pouco sobre suas viagens e a história de algumas fotos.

O patrono deu dicas de como desenvolver um olhar mais cuidadoso e a criatividade. “Devemos desenvolver sensibilidade para captar o dia-a-dia e transformar essas imagens em arte”, finalizou.

Serviço: 22ª Feira do Livro de Gramado

Quando: 15 a 24 de junho

Horário: Segunda a sexta, das 9h às 19h, e sábados e domingos, das 10h às 20h

Local: Rua Coberta – com atividades descentralizadas no Centro de Cultura da Várzea Grande, Biblioteca Pública Cyro Martins e escolas da rede de ensino.

Todas as atividades são oferecidas gratuitamente.